ItáliaSerie A

Cavani garante triunfo sobre a Samp e Napoli se iguala à Juve

O Napoli contou com o faro de gol de Edinson Cavani para assegurar mais uma vitória na Serie A. O uruguaio garantiu a suada vitória sobre a Sampdoria por 1 a 0, em partida disputada no estádio Luigi Ferraris. Com o tento, Cavani permanece isolado na artilharia do campeonato, balançando as redes seis vezes em seis rodadas.

Além de manter a invencibilidade, o triunfo coloca os partenopei na ponta da competição, com os mesmos 16 pontos da Juventus, mas desvantagem no saldo de gols. Já a Samp, em seu primeiro tropeço na temporada, caiu para o quarto lugar, com 10 pontos.

O início da partida contou com a Sampdoria mais agressiva, com o Napoli igualando as ações a partir dos 15 minutos de jogo. Apesar das tentativas de ambos os lados, os dois times falhavam demais nas conclusões. Cavani teve sua melhor chance em cabeçada para fora, enquanto a Samp arriscava principalmente de fora da área.

Com um pouco mais de iniciativa durante a segunda etapa, o Napoli chegou ao tento da vitória aos 21 minutos. Daniele Gastaldello derrubou Marek Hamsik na área e, com o segundo amarelo, acabou expulso. Na cobrança, o goleiro Sergio Romero até conseguiu acertar o canto, mas não conseguiu parar o chute de Cavani. Os partenopei ainda pressionaram em busca de uma vitória mais confortável, sem sucesso.

Lazio vence e se aproxima do topo

A terceira posição da Serie A agora é da Lazio, que chegou aos 12 pontos na tabela. Os biancocelesti receberam o Siena no estádio Olimpico e não tiveram muitos problemas para registrar vitória por 2 a 1. Já os bianconeri aparecem na penúltima posição, com apenas dois pontos.

Mesmo com Hernanes começando a partida entre os reservas, a Lazio teve o controle do jogo desde os primeiros minutos e saiu em vantagem já aos 17. Antonio Candreva cobrou escanteio pela direita e Ederson apareceu livre no meio da área para completar de cabeça. No fim do primeiro tempo Cristian Ledesma ampliou cobrando pênalti, após falta sofrida por Miroslav Klose.

Na volta do intervalo, os biancocelesti prezaram pela manutenção da posse de bola, administrando o resultado. O Siena até tentou sair um pouco mais para o jogo e conseguiu descontar nos acréscimos, com Massimo Paci aproveitando sobra de bola dentro da área.

Com show de Miccoli, Palermo deixa a lanterna

Nos outros jogos da rodada, o destaque foi Fabrizio Miccoli. O atacante anotou três golaços na vitória do Palermo por 4 a 1 sobre o Chievo. No mais belo, o terceiro (vídeo abaixo), o italiano acertou um voleio do meio de campo e encobriu o goleiro Stefano Sorrentino. Luigi Giorgi fez o outro tento dos rosaneri, enquanto o time de Verona descontou com Marco Rigoni. Os sicilianos deixam a lanterna da Serie A, subindo para a 17ª posição e relegam o Chievo à zona de rebaixamento.

Coletivamente, o Torino foi quem mais brilhou, com atuação arrasadora em Bérgamo. O Granata não tomou conhecimento da Atalanta e estraçalhou os mandantes por 5 a 1. O time da casa até saiu em vantagem, com Germán Denis. Entretanto, Rolando Bianchi balançou as redes duas vezes e comandou a virada, que também teve gols de Alessandro Gazzi, Alen Stevanovic e Danilo D’Ambrosio. O resultado deixa o time de Turim na sexta colocação.

O Bologna se distanciou da zona da degola ao bater o Catania por 4 a 0, ficando em 12º. Vice-artilheiro do torneio, Alberto Gilardino correu para o abraço duas vezes, enquanto Tiberio Guarente Panagiotis Kone também marcaram para os rossablu. Uma posição atrás, o Pescara superou o Cagliari fora de casa por 2 a 1. Os Delfini marcaram com Christian Terlizzi e Vladimir Weiss. Mauricio Pinilla fez o gol do time da Sardenha, lanterna do campeonato.

Já na abertura da rodada deste domingo, Udinese e Genoa empataram por 0 a 0 no estádio Friuli. Os bianconeri pressionaram mais, embora não tenham acertado as finalizações. Na melhor chance, o zagueiro Danilo cabeceou bola no travessão. A equipe cai três posições e aparece em 15º, cinco atrás do Grifone.

 

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo