Serie A

Capello: “Zaniolo tem potencial para ser um ganhador da Bola de Ouro”

Nicolò Zaniolo é um dos jogadores com mais potencial do futebol italiano, sem dúvida, e já ganhou muitos elogios inclusive do técnico da seleção italiana, Roberto Mancini. O jogador estava ainda em recuperação desde que teve uma grave lesão no joelho, em janeiro. Na partida da Roma contra a Juventus, que estava recheada de reservas, o jogador se destacou. A ponto de ter feito o ex-técnico Fabio Capello, que se tornou comentarista, dizer que ele tem potencial para ganhar a Bola de Ouro.

[foo_related_posts]

O jogo deste sábado com a Roma foi o primeiro de Zaniolo como titular desde janeiro, quando teve a lesão no joelho. O atacante completou 21 anos no último dia 2 de julho e já é destaque pela seleção italiana. Era jogador do time sub-19 da Inter até 2018 e foi envolvido em uma negociação com a Roma quando a Inter quis contratar Radja Nainggolan.

“Kaká não tinha a mesma força de Zaniolo, já que ele era mais técnica e se expressava melhor no último terço”, disse Capello ao avaliar o jogador, na sua função de comentarista no canal Sky Sport Italia.

“Este talento da Roma tem um físico extraordinário, força e velocidade, misturado com qualidade. Ele tem o potencial não apenas para ganhar a Bola de Ouro no futuro, mas algo mais”.

“Eu estou apaixonado por Zaniolo, porque ele tem tudo o mais alto nível: força, qualidade e velocidade. Há jogadores por aí com muito potencial, mas não como ele”, analisou ainda o antigo treinador da seleção inglesa.

“Vendo a assistência para Perotti contra a Juventus, chegar perto da área depois de correr do meio-campo com a bola nos pés e ainda ter frieza para fazer o passe preciso, isso significa que ele tem uma grande visão e uma sensação realmente precisa da bola”, continuou o ex-treinador. “Eu não vejo outros jogadores jovens tão bons quanto Zaniolo no momento, então sim, ele tem potencial para se tornar um vencedor da Bola de Ouro”.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo