ItáliaSerie A

Campeonato Italiano deve diminuir para 18 clubes

O Campeonato Italiano deve encolher nas próximas temporadas. Segundo o presidente da Federação Italiana de Futebol (FIGC), Giancarlo Abete, disse que a Serie A deveria ter menos clube. Não 20, como atualmente, mas 18. A mudança deve ocorrer a partir da temporada 2014/15. A Serie B, a segunda divisão, atualmente tem 22 clubes, mas o dirigente quer diminuir para 20.

O dirigente afirma que quer diminuir o número de clubes profissionais do país de 132 para 102. Abete admite que os clubes médios e pequenos não terão interesse em diminui de 20 para 18 clubes. Só que para que as mudanças aconteçam no prazo imaginado por Abete, será preciso que os clubes decidam por essa reforma até o dia 30 de junho, o que tornaria possível ter a nova estrutura a partir da temporada 2015/16. Parece difícil que isso aconteça, o que torna mais provável que essa discussão aconteça em 2014 e as mudanças sejam colocadas em prática só em 2016.

Na Itália, quem administra a Serie A é a Lega Calcio, uma liga independente da Federação Italiana. Abete criticou que a entidade não fala em reformas e usa sua influência política para pressionar. A diminuição no número de clubes é uma tentativa de tornar o campeonato mais atrativo. Com menos clubes, se diminui também o número de jogos, mas aumenta a qualidade. Mais do que isso, o dinheiro da TV é distribuído por menos times, o que os torna mais fortes. E com uma Serie B também mais enxuta, é menos possível que um time com pouca qualidade consiga chegar à Serie A.

É bom lembrar que a Itália perdeu o terceiro posto no ranking de coeficiente da Uefa para a Alemanha há duas temporadas. Desde então, os alemães se distanciaram. A Espanha é a líder, seguida pela Inglaterra e com a Alemanha nos calcanhares. A Itália é quarta, mas já precisa se preocupar com Portugal e França, que se aproximam.

Conteúdos relacionados

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.
Botão Voltar ao topo