Serie A

Brescia, de Balotelli, perde do Lecce e se junta à Spal como rebaixado na Serie A

A rodada da Serie A determinou mais um rebaixado. Depois da Spal, o Brescia também está rebaixado à Serie B depois de derrota para o Lecce por 2 a 1 nesta 35ª rodada. A situação já parecia irreversível, mas a derrota sacramentou o descenso. O Lecce, com a vitória, ainda mantém esperanças, mesmo com o Genoa, o primeiro fora da zona de rebaixamento, venceu o clássico com a Sampdoria e respirou.

[foo_related_posts]

A Spal, lanterna da liga, foi um saco de pancadas na rodada. Tomou uma goleada por 6 a 1 da Roma no Estadio Olimpico, com direito a dois gols de Bruno Peres. Foi a quinta derrota consecutiva do time, que tem só 19 pontos. O Brescia tem 24 pontos e precisava vencer, mas a derrota tirou as últimas poucas chances da equipe. Curiosamente, na rodada passada foi o Brescia que venceu a Spal e decretou o rebaixamento da adversária. Agora, contra outro time na zona de descenso, é o Brescia quem perde e termina rebaixado.

Agora, a última vaga na Serie B ficará entre o Lecce e o Genoa. Os dois venceram na rodada. A vitória do Lecce foi importante porque a equipe tem uma tabela teoricamente mais fácil, contra Bologna, Udinese e Parma. O Genoa tem pela frente a Inter, Sassuolo e Verona, times melhor posicionados na tabela.

Ainda na rodada, a Inter ficou no 0 a 0 com o Fiorentina em Milão. O time chegou a 73 pontos, um a menos que a Atalanta, que assume a segunda posição. A Lazio é quarta, com 69. A Roma, quinta colocada, chegou a 61 pontos com a goleada sobre a Spal. O Napoli, sétimo colocado com 56 pontos, perdeu do Parma, 12º colocado, com 43 pontos.

Depois de oito anos na Serie B, o Brescia voltou à primeira divisão da Itália na temporada passada, 2018/19, como campeão. A última vez que tinha jogado a primeira divisão foi em 2010/11. O time tinha acabado de subir na temporada anterior, mas só ficou um ano na Serie A, assim como desta vez.

Para 2019/20, o Brescia contratou Mario Balotelli, que foi criado na cidade, mas o jogador não correspondeu. Entre problemas fora de campo e conflitos com a diretoria, jogou menos do que o esperado. Foram 19 partidas, com cinco gols marcados. Seu contrato, que ia até 2022, previa uma cláusula que rescindia o vínculo em caso de rebaixamento, como se concretizou. O clube já tinha deixado claro que não contava com ele.

Como se tornou comum na história recente do clube, o Brescia não consegue permanecer na Serie A depois de subir. O melhor momento na sua história foi das temporadas 2000/01, quando voltou da Serie B, até 2004/05, quando acabou rebaixado. Foram cinco temporadas seguidas na primeira divisão.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo