Serie A

Brasileiros falham, e Osimhen faz três em goleada de virada do Napoli contra o Sassuolo

Mesmo fora de casa, Napoli dominou o Sassuolo e ganhou por 6 a 1; Vitória também foi a primeira do técnico Calzona à frente dos partenopei

Sai zica! O Napoli chutou para lá a insatisfatória sequência de três empates consecutivos e conseguiu uma senhora goleada por 6 a 1 contra o Sassuolo, no estádio Città del Tricolore. O principal destaque dos partenopei no jogo fora de casa pela Serie A foi novamente Victor Osimhen. O nigeriano mostrou mais uma vez o seu peso para a equipe ao anotar três gols, sendo que dois deles tiveram falhas individuais dos brasileiros Matheus Henrique e Ruan (ambos ex-Grêmio). Amir Rrahmani e Kvicha Kvaratskhelia (duas vezes) anotaram os outros gols do Napoli, enquanto Uros Racic fez o tento do Sassuolo, quando o placar ainda estava zerado.

Com o resultado, o Napoli chegou a sua primeira vitória desde que Francesco Calzona assumiu o time, há duas rodadas. Os partenopei agora estão com os mesmos 40 pontos da Lazio, mas ainda na nona posição, e a 6 da Atalanta, o quinto colocado e primeiro time dentro dos parcialmente classificados à competições europeias. Já o Sassuolo permanece em uma situação bastante complicada. Com apenas 20 pontos, o time neriverdi está na 18 posição, na zona de rebaixamento do campeonato italiano, e ao seu sétimo jogo consecutivo sem uma vitória.

Mudanças e domínio absoluto após susto

Depois de dois empates em seus primeiros jogos como técnico do Napoli, Francesco Calzona fez algumas modificações na equipe titular. Mario Rui entrou na vaga de Olivera, Ostigaard no lugar de Juan Jesus e Traoré substituiu Zielinski, que também foi para o banco. Os visitantes pressionaram bastante nos primeiros 15 minutos e o time quase marcou com Traoré. O marfinense pegou uma bola de primeira após dividida de Kvaratskhelia, mas seu chute foi para fora.

Mas após segurar a pressão, foi o Sassuolo que abriu o placar aos 17 minutos. Após erro na saída de bola entre Ostigaard e Meret, os anfitriões recuperaram a bola, com Racic lançando para a área. Pedersen cruzou para Bajrami, que teve seu voleio travado. No rebote, Racic apareceu e acertou um lindo chute de chapa. A bola fez uma curva tão grande que entrou perfeitamente no canto esquerdo do gol, surpreendendo Meret.

Entretanto, o Napoli voltou a pressionar e fez um golaço aos 28 minutos. Di Lorenzo encontrou Zambo Anguissa passando nas proximidades do fim do campo. De letra, o camaronês deu um passe açucarado para o zagueiro Rrahmani. Livre, o albanês bateu no canto do goleiro.

E apenas dois minutos depois, veio a virada partenopei, com outra jogada feita pelo lado direito. Em um contra-ataque, Di Lorenzo deu um passe em profundidade para Politano, que de primeira tocou para trás. De forma muito parecida com o primeiro gol, Osimhen surgiu na área para bater também de primeira, no canto de Consigli, e assegurar uma virada relâmpago do Napoli fora de casa.

E o Napoli quase ampliou a vantagem com outro golaço. Em novo contra-ataque, Kvaratskhelia viu o goleiro adiantado e do meio de campo, tentou fazer o gol que Pelé não fez. Apesar de muito perto, a bola foi um pouco acima da meta. E o terceiro veio aos 41 minutos. Ainda no campo de defesa do Sassuolo, Matheus Henrique falhou e deu um passe no pé de Politano. Ele só teve tempo de ajeitar e lançar para Osimhen. O nigeriano passou rápido e deu um toque sutil de cobertura na saída de Consigli do gol, fechando o primeiro tempo com um merecido 3 a 1.

Nova falha e novo ataque relâmpago asseguram goleada napolitana

Mal começou a etapa final, e Osimhen marcou o seu terceiro gol na partida, e novamente com falha brasileira, aos 2 minutos. Consigli cobrou um tiro de meta dando passe para Ruan. Porém, o toque do brasileiro em direção a Pedersen foi no pé de Kvaratskhelia, que só rolou para o nigeriano, que livre, bateu no cantinho de Consigli.

A vantagem aumentou ainda mais com Kvaratskhelia. O georgiano avançou pelo lado esquerdo e no 1 a 1, abriu espaço e acertou um chutaço no ângulo do goleiro, fazendo o quinto gol napolitano, o segundo da equipe apenas nos 6 primeiros minutos do segundo tempo. Depois disso o Sassuolo tentou acordar e passou a chegar mais perto da meta de Meret, mas ainda sem sucesso. O Napoli, devido a grande vantagem, focou inicialmente em se fechar para aproveitar os espaços dos anfitriões em contra-ataques.

E o sexto gol do Napoli veio novamente com Kvaratskhelia, aos 30 minutos. Após cruzamento em escanteio, o georgiano ajeitou a bola e chutou forte. Após a finalização desviar na marcação, o atacante acertou outro petardo de primeira, que não deu a menor chance para Consigli. O 6 a 1 deixou o Sassuolo totalmente entregue e o Napoli mais tranquilo para dominar a partida e encerrá-la com um resultado para colocar o time de novo em uma difícil, mas esperançosa briga pelos torneios europeus.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo