Serie A

Bonucci agradece pelos sete anos vividos e publica carta de adeus à Juve em página da Gazzetta

A transferência de Leonardo Bonucci ao Milan marca o futebol italiano como poucas histórias ocorridas nos últimos anos. Ídolo absoluto e referência na defesa da Juventus, o italiano seguiu ao rival, em negócio ocorrido não mais que de repente. Os rossoneri ganham um líder para protagonizar a nova era prometida em Milanello, pronto para portar a braçadeira de capitão. Enquanto isso, os bianconeri lamentam a despedida de um dos melhores zagueiros do mundo. Não há valor que compense a perda.

VEJA TAMBÉM: Bonucci é mais que uma contratação: é uma mensagem de força do Milan

Obviamente, a mudança justamente a um rival não apetece a todos. Entre os companheiros, apenas Gianluigi Buffon manifestou-se publicamente sobre a saída do amigo, desejando sorte e afirmando que sentirá saudades. Neste sábado, Bonucci comprou uma página inteira da Gazzetta dello Sport e publicou uma carta de adeus aos juventinos. Relembrou os bons momentos no clube e o que levará da jornada de sete anos. Palavras bonitas, embora também chame atenção a omissão de qualquer referência ao treinador nos agradecimentos. Segundo a imprensa italiana, o conflito com Massimiliano Allegri após o jogo contra o Palermo, pela Serie A, motivou a decisão do zagueiro.

*****

Uma esplêndida história

Sete temporadas se passaram.

Sete temporadas de vitórias, de sonhos concretizados, de crescimento alcançado através de uma ligação enfática e excepcional com a Juve, em sua absoluta plenitude.

Seis Scudetti, todos vividos e conquistados na luta. Naturalmente, permanece um grande pesar por não conquistar a Champions League, mas é mais forte do que isso o orgulho pelo sucesso alcançado e por ser parte de uma grande família.

Eu sempre dei meu máximo, verdadeiramente, até o fim. Recebi, dei e aprendi.

O que eu vejo agora quando olho para trás é uma história esplêndida, digna de se concluir em pleno respeito e afeto, sem alterar o que vivenciei junto com o Clube, com o Capitão, meus companheiros e os torcedores.

Obrigado por tudo, Juve.

bonucci

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo