ItáliaSerie A

Atraso no atendimento a Morosini será investigado

O policial de Pescara que deixou sua viatura em frente ao Stadion Adriatico, durante a partida entre o time local e o Livorno será investigado pela prefeitura local e pode ser suspenso ou mesmo perder o emprego. A viatura estacionada atrapalhou e atrasou em alguns minutos a entrada da ambulância para a retirada de Piermario Morosini, jogador do Livorno que desmaiou em campo após uma parada cardíaca, e que acabou falecendo num centro médico local pouco depois.

“Vamos inciar um processo para tomar as medidas cabíveis”, disse o prefeiro de Pescara, Luigi Mascia, ao canal Sky Sport 24. “Na manhã desta segunda-feira receberemos o relatório do que aconteceu, mas tenha certeza de que não há desculpas caso a viatura tenha mesmo atrapalhado o atendimento. Entretanto, a polícia tem sua responsabilidade, mas não é a única culpada pelo ocorrido”, seguiu o prefeito. A punição ao policial pode ser de dez dias até a expulsão do agente.

De acordo com a agência Ansa, o chefe da polícia de Pescara, Carlo Maggitti, disse que o policial envolvido no caso Morosini “está em choque e preocupado, e com medo de sua atitude ter sido uma causa importante no que aconteceu”.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo