ItáliaSerie A

Atípico: Roma demora para marcar, mas supera Torino

Foram 71 minutos de um impensável placar zerado no Estádio Olímpico. A Roma de Zdenek Zeman, caracterizada por tomar tantos gols quanto faz, não tinha conseguido furar a defesa do Torino. Porém, a partir de um pênalti polêmico anotado pela arbitragem, os giallorossi abriram o caminho para a vitória por 2 a 0. Caso o empate persistisse, seria o primeiro jogo sem gols de uma equipe de Zeman desde maio de 2011 – são 66 partidas com ao menos um tento depois disso.

O primeiro tempo contou com um bombardeio da Roma, que pressionava bastante no campo ofensivo e pecava pela falta de pontaria. Pablo Osvaldo e Francesco Totti tiveram as melhores chances para os giallorossi, mas não aproveitaram. Já na segunda etapa, o Torino ameaçou equilibrar as ações, mas logo passou a ser ameaçado pelo time da casa.

Aos 26 minutos, veio o lance decisivo. O meia Marquinho, que havia saído do banco, caiu dentro da área após contato com Danilo D’Ambrosio e o árbitro anotou o pênalti. Por reclamação, o técnico Giampiero Ventura acabou expulso. Sem ligar para a polêmica, Osvaldo converteu a cobrança. Aos 41, ainda houve tempo para Miralem Pjanic ampliar, em chute que desviou na marcação antes de entrar.

A vitória coloca a Roma na sexta colocação da Serie A, com 20 pontos – três a menos que a rival Lazio, uma colocação acima. Já o Torino permanece estacionado na 14ª posição, a três pontos de distância da zona de rebaixamento.

Veja os jogos da 13ª rodada na Serie A:

Sábado, 17/nov
Juventus 0×0 Lazio
Napoli 2×2 Milan

Domingo, 18/nov
Bologna 3×0 Palermo
Catania 2×1 Chievo
Fiorentina 4×1 Atalanta
Internazionale 2×2 Cagliari
Siena 1×0 Pescara
Udinese 2×2 Parma
Sampdoria 3×1 Genoa

Segunda, 19/nov
Roma 2×0 Torino

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo