Serie A

Atalanta pegou defesa da Roma cochilando e construiu vitória por 2 a 0, fora de casa

As duas partidas entre Roma e Atalanta na temporada passada terminaram em 3 x 3. Com um técnico bem expansivo no comando da equipe da capital, a expectativa era por mais um temporal de gols no Estádio Olímpico, nesta quarta-feira, mas apenas dois foram marcados. Todos pela equipe de Bergamo, que aproveito alguns cochilos da defesa adversária para construir a boa vitória por 2 a 0 fora de casa.

[foo_related_posts]

Foi a primeira derrota do time treinado por Paulo Fonseca nesta temporada, enquanto a Atalanta se recuperou da derrota pesada para o Dínamo Zagreb, em sua estreia na Champions League, e do empate contra a Fiorentina que, por mais que tenha sido alcançado com contornos dramáticos, ainda foi mais uma partida sem vencer na sua campanha.

A Roma teve a estreia de Chris Smalling, que quase abriu o placar com uma cabeçada. Dzeko, livre pela esquerda, exigiu ótima defesa de Pierluigi Gollini. No outro lado, Ilicic saiu livre pela direita e falhou na hora da finalização. Gian Piero Gasperini descansou seu principal atacante, Duván Zapata, com a ideia de introduzir o colombiano para dar um gás no segundo tempo.

Deu certo. Dez minutos depois de entrar em campo, a Atalanta teve uma rara situação de dois contra um na entrada da área. Remo Freuler controlou a bola e tocou para Zapata, que dominou e encheu a perna esquerda para fazer 1 a 0. Nos acréscimos, também com muita facilidade, Mario Pasalic conseguiu se antecipar a Pau López, meio estabanado em sua saída, e cabeceou para trás. Marten de Roon estava livrinho da silva e fechou o placar.

.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo