Campeonato BrasileiroSerie A

As capacidades de Guerrero foram decisivas à vitória do Flamengo sobre o São Paulo

O Flamengo vai se dando muito bem em seu caldeirão na Ilha do Urubu. Os rubro-negros conquistaram mais três pontos vitais no Campeonato Brasileiro, que os mantêm na terceira colocação e os deixam na cola do vice-líder Grêmio. Neste domingo, a equipe bateu o São Paulo por 2 a 0, em situação cada vez mais delicada – agora, ocupando a zona de rebaixamento, em desvantagem nos critérios de desempate em relação ao Bahia. E a participação de Paolo Guerrero acabou sendo decisiva aos cariocas. O atacante marcou um belo gol de falta, além de também construir o segundo tento.

O primeiro gol nasceu a partir de uma falta cavada por Guerrero, vindo auxiliar na troca de passes. O peruano partiu para a cobrança e bateu com maestria, sem chances de defesa para Renan Ribeiro. Já no segundo, ele deu uma belíssima enfiada para Éverton Ribeiro. Então, o novo contratado serviu Diego, livre na área, para bater de primeira e completar a pintura. Embora continue como o principal finalizador do time, a participatividade do camisa 9 além de suas atribuições como homem de referência vem sendo útil aos resultados do Fla.

Embalado no Campeonato Brasileiro, o Flamengo agora viaja para pegar o Palestino na Copa Sul-Americana. E será interessante notar a maneira como Zé Ricardo vai gerir o elenco, tendo em conta a sequência difícil que o espera na competição nacional até o final de julho: pegará Vasco, Grêmio, Cruzeiro, Palmeiras e Coritiba. Depois, o reencontro com o Santos na Copa do Brasil, encerrando o mês com a visita ao líder Corinthians. Será uma verdadeira prova de fogo para saber o real patamar do time.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo