Serie A

Arnautovic retorna ao futebol europeu e é confirmado como novo atacante do Bologna

Após dois anos na China, Arnautovic jogará na Serie A e será treinado por Mihajlovic

Durante os últimos dias, a iminente chegada de Marko Arnautovic empolgou a torcida do Bologna. Neste domingo, o clube italiano anunciou oficialmente a contratação do centroavante da seleção austríaca. Aos 32 anos, o atacante teve uma rápida passagem pela Serie A em 2009/10, quando não emplacou ao ser levado como uma promessa pela Internazionale. Mais de uma década depois, tentará dar a volta por cima, com uma carreira bem mais consolidada. O veterano passou as últimas duas temporadas no Shanghai Port e os rossoblù desembolsarão €3 milhões pelo acerto.

Arnautovic ficou em evidência na Eurocopa após o episódio de discriminação contra Ezgjan Alioski, que rendeu um jogo de suspensão ao atacante. Do ponto de vista esportivo, o medalhão teve um desempenho razoável, como uma das referências da seleção austríaca que deu trabalho à Itália nas oitavas de final. Assim, acabou aproveitando o momento para retornar à Europa, depois de pouco mais de dois anos no Campeonato Chinês, onde somou 19 gols em 28 partidas.

A carreira de Arnautovic na Europa é aquém daquilo que se projetava ao atacante quando ele surgiu. O austríaco se profissionalizou no Twente e brilhou na Eredivisie 2008/09, mas demorou a convencer nas grandes ligas. Pouco jogou na Internazionale e também não fez nada de muito impressionante pelo Werder Bremen. Sua recuperação aconteceu após a transferência para o Stoke City. Na Premier League, seu talento transpareceu mais, até pelo papel que fazia para ajudar na criação. Ganhou moral em Stoke-on-Trent e depois virou um dos protagonistas do West Ham em duas temporadas. Foi assim que seguiu valorizado à China.

Pela seleção da Áustria, em tempos de carência de talentos, Arnautovic tem sua relevância desde a primeira convocação em 2008. O atacante soma 91 partidas pela equipe nacional e anotou 27 gols. Esteve presente em duas edições da Eurocopa, com papel mais importante em 2020, após o fraco desempenho dos austríacos em 2016. E a volta à Europa, atuando em um nível competitivo maior na Serie A, pode beneficiar a própria seleção.

No Bologna, Arnautovic será treinado por Sinisa Mihajlovic – com quem compartilha as origens sérvias. Além disso, poderá potencializar uma linha de frente que ganhou reforços nesta janela. Os rossoblù acertaram a compra em definitivo de Musa Barrow, destaque do time na temporada passada jogando muitas vezes pela ponta esquerda, e também garantiram a vinda de Sydney van Hooijdonk, jovem holandês que estava no NAC Breda – filho do veterano Pierre van Hooijdonk, ex-jogador da seleção.

A princípio, Arnautovic ocupará a lacuna deixada por Rodrigo Palacio. Aos 39 anos, o argentino permanecia com a braçadeira de capitão e era titular absoluto, mas se despediu dos rossoblù ao final de seu contrato. Por idade e por talento, Arnautovic parece um bom substituto em potencial, mesmo que ofereça características distintas. A questão é se terá o comprometimento e o empenho que se via em Palacio, algo que nem sempre foi o forte do austríaco.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo