Serie A

A vitória sobre a Inter inspirou o elenco do Bologna a fazer uma “serenata” para Mihajlovic, no hospital onde o técnico trata uma leucemia

Mihajlovic está afastado das atividades do clube e os jogadores realizaram uma bonita festa na janela do hospital

O Bologna faz uma temporada digna na Serie A, especialmente pela maneira como conseguiu bater de frente com alguns favoritos durante as últimas semanas. Nesta quarta-feira, em duelo atrasado contra a Internazionale, os rossoblù conseguiram a virada por 2 a 1 e bagunçaram a briga pelo Scudetto. Já nesta quinta, o elenco fez questão de homenagear o técnico Sinisa Mihajlovic. O sérvio teve uma recaída na leucemia que enfrentou meses atrás e atualmente passa por tratamento, afastado das atividades do dia a dia. Internado num hospital, o veterano recebeu a visita de seus jogadores, que cantaram sob a sua janela e ofereceram uma serenata especial.

Mihajlovic tinha sido diagnosticado com leucemia pela primeira vez em julho de 2019. Apesar disso, ele continuou à frente do Bologna e participava dos treinos através de videochamadas. O veterano passou por um transplante de medula e por sessões de quimioterapia, recuperando-se após meses de tratamento. Porém, no último mês de março, Mihajlovic anunciou que a doença voltou e que ele passaria novamente por quimioterapia. Nas últimas semanas, a ausência do técnico se tornou mais constante entre as atividades dos rossoblù. Os atletas, ainda assim, encontraram uma forma de apoiá-lo.

O Bologna ocupa o 13° lugar no Campeonato Italiano, confortavelmente distante da zona de rebaixamento. Desde que Mihajlovic reiniciou o tratamento, a equipe segue invicta. Neste mês de abril, o time venceu Inter e Sampdoria, além de ter empatado contra Milan, Juventus e Udinese. O próximo compromisso ocorre no domingo, contra a Roma no Estádio Olímpico.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo