Serie A

A Roma esteve duas vezes em vantagem no placar, mas Cristiano Ronaldo buscou o empate à Juve no Olímpico

Roma e Juventus fizeram o principal jogo da rodada na Serie A, dentro do Estádio Olímpico. São duas equipes em processo de reformulação, que dependem dos resultados para indicar o novo caminho. E seria uma noite movimentada na capital, com quatro gols. A Juve pode se dizer no lucro, ao ficar com um a menos durante a meia hora final e buscar o empate por 2 a 2, graças a dois tentos de Cristiano Ronaldo. Já os romanistas tiveram sua grande figura em Veretout, por mais que Dzeko tenha tentado deixar sua marca contra o clube que quase o contratou.

Num começo de jogo morno, em que a Juventus tinha um pouco mais a bola, a Roma criou a primeira ocasião clara. O lance nasceu em grande arrancada de Henrikh Mkhitaryan, mas Wojciech Szczesny cresceu quando o armênio invadiu a área para evitar o gol. A Juventus tentava a resposta, mas sem grande criatividade na criação e com muitos impedimentos. O primeiro tempo só esquentou nos 15 minutos finais.

Num toque de mão de Adrien Rabiot, a Roma ganhou um pênalti a seu favor aos 31 e converteu, com Jordan Veretout – embora Szczesny quase tenha defendido. A Juve tentou responder pressionando no ataque e conseguiria o empate também num pênalti, em toque desta vez de Lorenzo Pellegrini. Cristiano Ronaldo assumiu a bronca e fez. Mas os bianconeri nem comemoraram tanto. Nos acréscimos, os giallorossi já retomaram a vantagem. Num contra-ataque de manual, o lançamento de Edin Dzeko deixou três romanistas contra um marcador. Mkhitaryan rolou e Veretout anotou mais um.

A Roma poderia ter aumentado a vantagem no início do segundo tempo. Veretout forçou boa defesa de Szczesny e Dzeko esteve a um triz de deixar o seu, num lance que limpou dentro da área e carimbou a trave. Cristiano Ronaldo respondeu do outro lado, mas a Juve precisava de mudanças e Andrea Pirlo colocou Arthur e Douglas Costa, sacando Álvaro Morata e Weston McKennie. Nem deu muito tempo para sentir a melhora da Velha Senhora, já que Rabiot seria expulso com o segundo amarelo aos 17.

Szczesny negou de novo o gol a Dzeko e dava para esperar uma pressão da Roma. Aos 24, porém, a Juventus ainda buscou o empate. Danilo cruzou e Cristiano Ronaldo subiu no terceiro andar. Bruno Peres, na marcação, mal deixou o solo. A cabeçada firme seguiu direto às redes. Depois disso, os romanistas tentaram se aproveitar da vantagem numérica e tiveram um pouco mais de atitude, sem fazer muito. Pedro protagonizou as melhores jogadas, mas nada que ameaçasse Szczesny. A Velha Senhora, ainda assim, não se conteve à retranca. Na reta final do jogo, até buscou mais o ataque e levantou algumas bolas na área, sem sucesso.

A Juventus chega aos quatro pontos na Serie A. A equipe de Andrea Pirlo havia vencido a Sampdoria na estreia e agora perde os 100% de aproveitamento. Já a Roma levanta um pouco seu moral com o primeiro ponto, após a derrota acachapante para o Verona na primeira rodada. Não foi uma atuação tão positiva, mas os giallorossi demonstraram atitude, embora precisassem de mais quando ficaram em vantagem numérica.

Roma x Juventus (Fonte: WhoScored)

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo