Serie A

A Roma arranca o empate no fim e complica a situação do Napoli na corrida pelo Scudetto

Um gol nos acréscimos do segundo tempo fez o Napoli estacionar na terceira posição da Serie A

Numa rodada em que Milan e Internazionale venceram logo de cara, o Napoli entrou em campo pressionado nesta segunda-feira, e com um compromisso difícil pela frente. Dentro do Estádio Diego Armando Maradona, os celestes recebiam uma Roma respaldada pelos resultados recentes. E a vitória escapou de maneira bastante custosa aos napolitanos, já nos acréscimos do segundo tempo. Apesar do placar favorável durante grande parte do duelo, o Napoli teve uma atuação abaixo da crítica e cedeu o empate por 1 a 1 no apagar das luzes. Assim, a equipe de Luciano Spalletti permite que os rivais abram distância e se complica na corrida pelo Scudetto, atualmente na terceira posição.

A partida ficou na mão do Napoli logo cedo, num pênalti marcado a favor dos anfitriões. Hirving Lozano foi derrubado na área por Ibañez e o VAR determinou a infração. Lorenzo Insigne assumiu a cobrança e bateu bem, num chute no cantinho, que Rui Patrício não pegou nem ao acertar o canto. O gol fez os napolitanos crescerem no jogo e exercerem o domínio, mas produzindo pouco no ataque. Raras foram as finalizações celestes. Pelo menos, a Roma não respondia do outro lado. Os giallorossi tentaram crescer apenas no fim da primeira etapa, mas a melhor chance seria numa falta cobrada por Lorenzo Pellegrini aos 39, que Victor Osimhen desviou de cabeça e quase traiu Alex Meret, acertando o travessão.

A Roma contou com a entrada de Henrikh Mkhitaryan para o segundo tempo e voltou melhor a campo. Os romanistas conseguiam trabalhar bem a bola no ataque e ficaram a ponto do empate aos 16 minutos. O cruzamento de Rick Karsdorp chegou para Tammy Abraham com o centroavante livre na área, mas ele errou o movimento e facilitou a defesa de Meret. Pouco depois, seria a vez de Gianluca Mancini perder uma cabeçada frontal após cobrança de falta. Com o passar dos minutos, o duelo ficou mais truncado. O Napoli se limitava a chutes de média distância, sem muito perigo.

Em meio a muitos cartões, o goleiro reserva Daniel Fuzato foi expulso no banco da Roma aos 33, por reclamar de um pênalti não marcado sobre Nicolò Zaniolo. A equipe de José Mourinho também precisou substituir os lesionados Sergio Oliveira e Zaniolo na sequência. Seriam oito minutos de acréscimos, que concederam uma sobrevida aos giallorossi. O empate surgiu aos 46. Numa trama pela direita, a bola cruzou mansa a grande área, até que Abraham ajeitasse de calcanhar para a batida de Stephan El Shaarawy rumo às redes. Nesta reta final, os romanistas se assanharam e tentaram a virada, sem sucesso.

O Napoli cai para a terceira colocação da Serie A, com 67 pontos. Os celestes aparecem atrás de Milan (71 pontos) e Internazionale (69 pontos), com os nerazzurri ainda somando uma partida a menos. Já a Roma chega aos 58 pontos, em quinto, com dois pontos a mais que Lazio e Fiorentina. Apesar do embalo recente, está difícil tentar entrar no G-4. Logo à frente, a Juventus tem uma vantagem de cinco pontos, com mais cinco partidas pela frente.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo