Serie A

A Lazio atingiu o cúmulo da chacota: conseguiu perder em casa para o já rebaixado Chievo

A Lazio tinha razões para ser punida de maneira pesada na Serie A, por novas atitudes repugnantemente racistas de sua torcida contra Tiemoué Bakayoko. Não vai acontecer nada além da passada de pano tradicional dos dirigentes italianos e, no máximo, uma multinha qualquer. E se a justiça dos homens não funciona, o universo parece ter conspirado para o karma atingir os biancocelesti neste sábado. Ou, se você não acredita em tais misticismos, foi a mera incompetência que resultou em um tropeço inclassificável da equipe candidata à vaga na Champions. Pois acredite: os laziali conseguiram perder em casa para o já rebaixado Chievo, por 2 a 1. Foi apenas a segunda vitória dos veroneses na competição, após a queda consumada no final de semana anterior.

O enterro da Lazio começou por culpa do descontrole de Sergej Milinkovic-Savic. O talentoso meio-campista atravessa uma temporada vertiginosa. E sublinhou que seu problema não é apenas técnico, mas também psicológico. Após uma disputa de bola no meio-campo, deu um chute nas nádegas de Mariusz Stepinski. Recebeu o vermelho e deixou seu time com um a menos desde os 34 minutos, além de forçar a segunda substituição de Simone Inzaghi, após Stefan Radu sair lesionado. Já no início do segundo tempo, o Chievo começou a calar o Estádio Olímpico. Emanuel Vignato abriu o placar aos quatro minutos, num lindo lance após entortar o marcador. O segundo gol aconteceu logo na sequência, em cabeçada de Perparim Hetemaj. E por mais que Felipe Caicedo tenha descontado aos 22, nem assim o time da capital evitou o prejuízo.

A Lazio estaciona na oitava colocação, com 52 pontos. Foi ultrapassada pelo Torino e pode ver Roma e Atalanta se distanciarem na sequência da rodada. Por sorte, o Milan também tropeçou. Os laziali conquistaram apenas uma vitória em seus últimos cinco jogos e até mesmo a classificação à Liga Europa se torna uma missão delicada. O Chievo, por sua vez, tem um pouco de alegria. Com 14 pontos em 33 rodadas, é um dos piores times da Serie A nos últimos anos. Ainda assim, com uma vitória no Estádio Olímpico para se vangloriar.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo