Serie A

A Juventus de Cristiano Ronaldo já deixou a Roma para trás e mira o alto da tabela

A Juventus esteve à altura do jogo que enfrentou neste sábado e superou a Roma. Com uma atuação consistente e com Cristiano Ronaldo decisivo, os comandados de Andrea Pirlo venceram por 2 a 0, um resultado crucial para ultrapassar a própria Roma na tabela e se aproximar da ponta, já de olho em Inter e Milan, os dois ponteiros.

A Roma foi melhor nos primeiros minutos de jogo, enquanto a Juventus tinha dificuldades. Só que quem tem Cristiano Ronaldo tem sempre em quem confiar. Alex Sandro fez uma linda jogada em cima de Bryan Cristante, tocou para Álvaro Morata, que ajeitou para Ronaldo. Ele pisou na bola e chutou de pé esquerdo, no cantinho, para marcar 1 a 0, aos 13 minutos. Ele marc o gol um dia depois de ter completado 36 anos.

Embora tivesse um pouco mais a bola, a Roma, não conseguia chegar ao ataque. A Juventus, mais objetiva, era quem levava mais perigo. Cristiano Ronaldo quase marcou mais um, mas ficou na trave.

No segundo tempo, o técnico Paulo Fonseca finalmente colocou em campo o atacante Edin Dzeko, logo a 18 minutos. Brigado com o treinador, o atacante tem sido deixado de lado por Fonseca, em uma atitude que prejudica mais o time do que qualquer outra coisa. O problema é que nem com Dzeko em campo foi possível mudar o panorama do jogo.

A Juventus ameaçava mais e chegou ao segundo gol com Roger Ibañez, que marcou contra depois de uma ótima jogada de Dejan Kulusevski. Se o zagueiro não intercepta a bola e marca contra, Cristiano Ronaldo estava posicionado logo atrás para cutucar para a rede. A tentativa desesperada só fez com que o gol não fosse do português, mas saiu do mesmo jeito.

Com uma boa vantagem no placar, a Juventus controlou mais o jogo. Curiosamente, sendo pouco efetivo no ataque. Sequer chutou uma bola a gol. O gol foi um cruzamento que o defensor rival colocou na rede. A Roma finalizou muito, mas levou pouco perigo. Dos 10 chutes no segundo tempo, foram três no alvo.

Apesar das tentativas da Roma, o time da capital não conseguiu fazer muita coisa. Deixa o campo com muitos problemas para resolver. A começar pelo relacionamento entre Fonseca e Dzeko. Além disso, mesmo tendo a bola, a Roma precisa encontrar mais formas de trocar passes e criar chances. Dzeko pouco recebeu a bola em condições de finalizar. Borja Mayoral, antes dele, também. O time precisa ser mais constante também em campo, porque embora tenha começado bem, o jogo desandou rapidamente.

A Juventus assume o terceiro lugar na tabela com 42 pontos, contra 46 do Milan e 47 da Inter, que tem 21 jogos, enquanto os dois rivais têm 20. O Milan entra em campo neste domingo contra o Crotone. A Roma fica em quarto lugar com 40 pontos.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo