Serie A

A Atalanta marca no fim, vence a Juventus em Bérgamo e assume a terceira posição da Serie A

Orobici atravessam uma excelente sequência na competição e ultrapassam os juventinos

A Atalanta atravessa um bom momento na Serie A, conquistando vitórias em sequência e se firmando novamente como favorita a uma vaga na Champions League. Os Orobici ganharam nove de seus últimos dez jogos e, neste domingo, registraram o resultado mais expressivo. Dentro do Estádio Gewiss, a equipe de Gian Piero Gasperini bateu a Juventus por 1 a 0 e assumiu a terceira colocação no campeonato. Numa partida aberta, os nerazzurri conseguiram ser mais efetivos e garantiram o triunfo já aos 42 do segundo tempo. A partida se torna ainda mais emblemática num domingo em que a imprensa europeia noticia a possível formalização da Superliga Europeia, liderada pela Juve, nas próximas horas.

A Juventus tinha desfalques sensíveis, em especial Cristiano Ronaldo, com um problema muscular. O primeiro tempo viu os dois times alternarem o domínio em campo, ainda que as defesas prevalecessem, evitando chances mais claras. A Velha Senhora começou um pouco mais agressiva, a Dea com o domínio em parte da primeira etapa e os minutos anteriores ao intervalo seriam dos juventinos. Mas, apesar das 18 finalizações somadas, 10 acabaram travadas. Matteo Pessina poderia ter feito aos nerazzurri, mas mandou ao lado da trave. Já o melhor lance seria da Juve, aos 34, quando Federico Chiesa acionou Álvaro Morata. O espanhol bateu por cima do goleiro Pierluigi Gollini e Berat Djimsiti conseguiu salvar quase em cima da linha.

No início do segundo tempo, a Atalanta voltou mais ligada e Luis Muriel levou muito perigo com um arremate colocado que passou perto do ângulo. A Juventus ainda precisou lidar com a lesão de Chiesa, substituído por Danilo. Além disso, Josip Ilicic e Dejan Kulusevski davam mais peso aos dois ataques. Num cruzamento do esloveno, Duván Zapata desperdiçou uma ótima oportunidade para Dea, ao cabecear na risca da pequena área para fora. Kulusevski também criou uma boa chance, mas o arremate de Morata acabou salvo.

Num momento em que a Velha Senhora pressionava mais na reta final, a participação de Ruslan Malinovskyi se tornou decisiva. Saindo do banco, o ucraniano quase marcou um gol de falta, batendo de longe. Wojciech Szczesny conseguiu salvar na gaveta. E na sequência do lance, com uma dose de sorte, veio o gol da vitória aos 42. O próprio Malinovskyi insistiu na sobra, a bola desviou na marcação e tirou totalmente Szczesny da jogada. Não restava muito tempo ao abafa da Juventus, que precisou engolir o revés.

A Atalanta assume a terceira posição com a arrancada recente. A Dea alcança os 64 pontos, dois a menos que o Milan, perdendo fôlego. É o time que chega mais forte para se juntar à Internazionale na próxima Champions. Já a Juventus, que teve alguns tropeços custosos em rodadas recentes, fica com 62 pontos. Os juventinos veem o Napoli no cangote e os celestes podem até igualar a pontuação, se vencerem a Inter no Estádio Diego Maradona no fechamento da rodada neste domingo. Enquanto Andrea Agnelli coordena sua Superliga, a Juve não faz nem por merecer em sua campanha na Serie A.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo