Itália

Roupa nova: Seleção italiana vai trocar a Puma pela Adidas em 2023

Federação Italiana anunciou acordo com a Adidas a partir de 2023, encerrando uma parceria de 20 anos com a Puma

A seleção italiana vestirá roupas novas a partir de 2023. A FIGC (Federazione Italiana Giuoco Calcio) anunciou nesta quarta-feira que fechou contrato com a Adidas a partir do próximo ano, logo depois da Copa do Mundo do Catar, no fim deste ano de 2022 – o torneio vai de 21 de novembro a 18 de dezembro.

A FIGC informa que todas as seleções italianas passarão a vestir Adidas: o time masculino, feminino, categorias de base, futsal, beach soccer e também e-sports. Com isso, irá encerrar uma parceria com a Puma que já dura desde 2003 e acaba no fim deste ano de 2022. Foi com o uniforme da Puma que a Itália conquistou o título mundial em 2006, na Alemanha. Curiosamente, a Adiadas foi a primeira fabricante de uniforme da Itália, em 1974.

“O anúncio da nossa parceria com a Adidas é fonte de um grande orgulho para a FIGC. Esta colaboração representa um passo vital em termos de crescimento do nosso apelo comercial, enquanto também vai fortalecer o processo de desenvolvimento da nossa marca tanto na Itália quanto no exterior”, afirmou o presidente da FIGC, Gabriele Gravina.

“A paixão e entusiasmo que observamos da Adidas se igualam em medida igual pela FIGC em seu trabalho para desenvolver todas as seleções e também o futebol italiano em todos os níveis”, afirmou ainda Gravina.

“Estamos incrivelmente orgulhosos em anunciar essa parceria de longa data com a Federazione Italiana Giuoco Calcio. Estamos empolgados que uma das seleções mais bem-sucedidas no futebol internacional se tornará parte do nosso portfólio de seleções, se juntando a grandes nomes como a DFB (Alemanha), RFEF (Espanha), AFA (Argentina) e RBFA (Bélgica). Estamos ansiosos para conseguir grandes coisas juntos”, afirmou o CEO da Adidas, Kasper Rorsted.

Com isso, a Puma perde uma das suas grandes seleções no cenário internacional. Na Europa, a Puma faz as camisas de Áustria, Tchéquia, Islândia, Israel, Sérvia e Suíça. Um dos continentes onde ela é mais forte é na África, onde faz as camisas da campeã africana, Senegal, além de Egito, Gana, Costa do Marfim, Marrocos, Togo e Libéria. Entre os sul-americanos, tem Paraguai e Uruguai, que passará a ser a única seleção campeã do mundo patrocinada pela Puma.

MAIS SOBRE CAMISAS

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo