Itália

Por que Klose é o mais implacável das grandes ligas

A importância de Miroslav Klose para o esquema da Lazio é enorme. Desde que chegou ao time romano, em 2011-12, o alemão mostrou com imensa competência porque é um dos atacantes mais perigosos da história, não se limitando só ao posto de vice-artilheiro geral em Copas do Mundo, atrás de Ronaldo.

Na 35ª rodada da Serie A, diante do Bologna, Klose bateu um recorde pessoal e de quebra igualou a marca de Roberto Pruzzo, ídolo romanista. O alemão castigou os rossoblu com cinco gols na goleada de 6 a 0 no Olimpico de Roma.

Somando 15 gols nesta edição do campeonato italiano, Klose está longe de sua melhor marca, mas também não vai mal para um veterano de 34 anos. Quando jogava na Bundesliga, fez duas temporadas sensacionais por Werder e Bayern Munique: em 2005-06 entrou em campo 26 vezes e marcou 25 gols só pela liga. Anos depois, incluindo partidas pela seleção alemã, em 2008-09, anotou 33 tentos em 57 partidas.

Outro número interessante de Miroslav a ser anotado é sua eficiência. Um a cada três chutes que ele dá, termina em gol. Foram 45 arremates na Serie A para os 15 gols, como apontado no parágrafo anterior. O artilheiro da Serie A, Edinson Cavani, deu 134 e marcou 23, numa média de 5,82 finalizações para cada gol marcado.

Um dos segredos para o sucesso de Klose é o bom posicionamento e a inteligência na hora de chutar. Raramente se vê o atacante laziale desperdiçando chances ou se precipitar na conclusão.

Nem Messi e Cristiano Ronaldo são tão implacáveis

Pois é, é verdade. Os dois maiores atacantes da atualidade podem até ter o dobro (no caso de Messi, o triplo) de gols de Klose em La Liga, mas em questão de eficiência e participação no jogo, o goleador da Lazio leva vantagem.

O argentino do Barça deixou sua marca 44 vezes no Espanhol. Para que esses 44 tentos saíssem, Messi chutou 156 vezes, numa média de 3,56 arremates para cada gol. Cristiano Ronaldo, por sua vez, chutou 223 bolas para marcar 33 gols, chegando ao alto número de 6,75 finalizações por gol marcado.

Imagine só se o esquema da Lazio dependesse em jogar a bola para Klose tentar resolver. Muito provavelmente a estatística pioraria, ao contrário da média de gols. Alguém ainda tem dúvida de que Miroslav poderia fazer um bom papel se fosse convocado para a Copa de 2014? Te cuida, Ronaldo!

Klose Lazio stats

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo