Itália

Pela última vez

A última rodada da Serie A definiu a Udinese como quarta representante italiana na Liga dos Campeões ao empatar com o Milan por 0 a 0 em casa. Os Friuli serão o quarto time italiano na Liga dos Campeões pela última vez, ao menos pelas próximas temporadas. Com a queda da Itália no coeficiente da Uefa, só três times poderão disputar a principal competição continental a partir da temporada 2011/12.

A perda da quarta vaga estava anunciada desde a temporada passada. Só não aconteceu porque a Internazionale foi campeã, aumentando a pontuação italiana e impedindo a ultrapassagem da Alemanha. Nesta temporada, foi inevitável, a começar pela derrocada da Sampdoria frente ao alemão Werder Bremen já na fase play-off. Depois, vieram as quedas de Roma e Milan nas oitavas de final e da Inter nas quartas, e logo frente ao alemão Schalke 04.

A Itália termina a temporada 2010/11 com coeficiente 60.552 contra 69.436 da Alemanha. A distância para os alemães já é maior do que a vantagem italiana sobre a França, quinta colocada, que tem 53.678. Com o desempenho recente dos italianos nas competições europeias, a preocupação tem que começar a ser não perder essa posição.

Na prática, isso significa que os dois primeiros colocados da Serie A continuam indo para a fase de grupos da Liga dos Campeões e só haverá mais uma vaga, para o terceiro colocado, que irá para a fase play-off.

A situação é preocupante dado o desempenho dos italianos nas competições europeias. Além da Liga dos Campeões, na Liga Europa esse desempenho também não tem sido bom. A Juventus sequer passou da fase de grupos nesta temporada, assim como o Palermo e a Sampdoria, que caiu da fase play-off da Liga dos Campeões para a fase de grupos da Liga Europa e decepcionou. O Napoli foi à primeira fase eliminatória, mas acabou derrotado pelo Villarreal.

Com o desempenho desta temporada, clubes como a Roma e a Juventus devem se preocupar. Chegar à principal competição europeia, além do óbvio benefício esportivo à sua torcida, tem um aspecto financeiro que é fundamental para o clube manter-se em bom nível competitivo europeu.

A Udinese entrará em uma fase play-off que tem tudo para ser difícil. Entre os times que entrarão, estão Bayern Munique (3º colocado na Alemanha), Benfica (2º em Portugal), Villarreal (4º na Espanha) e Arsenal (4º na Inglaterra), para ficar só nos adversários mais fortes. Pela colocação dos bianconeri no ranking de clubes, dificilmente o clube será cabeça de chave, o que torna o sorteio muito perigoso.

Por isso, o time de Udine precisa pensar em montar um elenco suficientemente forte para encarar essa disputa e manter o bom nível no Campeonato Italiano, disputando os postos de cima na tabela. Chegando à fase de grupos, o aporte financeiro é considerável e o clube pode tentar fazer uma campanha que o leva à fase eliminatória.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo