Itália

Pazzini decide e Inter vira para cima do Palermo

Em uma estreia espetacular de Giampaolo Pazzini, a Internazionale venceu o Palermo de virada no Giuseppe Meazza e conseguiu uma importante vitória no Campeonato italiano, neste domingo. O atacante entrou no segundo tempo, marcou dois gols e sofreu o pênalti que resoltou no gol da virada do time.

O brasileiro Philippe Coutinho entrou como titular, depois de voltar de lesão que o tirou de campo por mais de um mês. Júlio César também voltou ao time titular, depois de ficar afastado por lesão.

Com menos de cinco minutos de jogo, o Palermo abriu o placar. Em jogada pela direita de Mattia Cassani, que driblou Santon, Fabrizio Miccoli chegou no meio da área para tocar e vencer Júlio César: 1 a 0 para o time da Sicília.

Atrás no placar, a Inter foi para cima. Samuel Eto’o procurava o jogo e fez boa jogada pela esquerda aos 12 minutos, levando até a linha de fundo e cruzando para trás para Diego Milito, que acabou não alcançando a bola.

O meia Philippe Coutinho buscava o jogo e armava a Inter pelo meio. Fazia o papel que normalmente Wesley Sneijder faz quando está em campo – o holandês ainda está machucado.

Com o domínio completo das ações do jogo, a Inter buscava criar chances no campo de ataque. Aos 24 minutos, Thiago Motta recebeu na meia lua da grande área, fintou um jogador do Palermo e bateu forte de pé direito, que não é o bom, e mandou por cima.

Coutinho teve mais uma chance aos 29 minutos. Depois de jogada trabalhada pela Inter, o meia teve espaço para tentar o chute de fora da área e mandou rasteiro do lado direito do goleiro, mas foi fora.

Apesar do domínio interista na partida, foi o Palermo que marcou. Aos 36 minutos, em nova jogada pela direita de Cassani, que cruzou para dentro da área, a bola passou para todo mundo e Antonio Nocerino ganhou de Maicon e bateu para marcar.

O gol do Palermo fez a Inter ir ainda mais para cima, de forma quase desesperada. Em dois lances seguidos, a Inter tentou pelo lado direito, com Milito levando perigo, mas mandando desviada pela zaga e foi pela linha de fundo.

Eto’o, ativo pela esquerda, infernizava a defesa do Palermo e chegou mais uma vez à linha de fundo, mas o seu cruzamento passou por todo mundo e a zaga do Palermo tirou. Pouco depois, em jogada pelo meio, Thiago Motta recebeu, fintou um defensor e chutou com força, mas o goleio Salvatore Sirigu espalmou para frente. Eto’o, impedido, mandou para as redes, mas o gol foi anulado.

O Palermo se defendia com sete jogadores na entrada da área, fazendo um bloqueio aos nerazzurri. E no contra-ataque, Javier Pastore teve a chance de fazer o terceiro gol. Ele recebeu pela direita, com espaço, dentro da área e demorou para definir a jogada. Quando finalmente chutou, acertou a trave.

Para o segundo tempo, Leonardo colocou em campo dois estreantes. Davide Santos deixou o campo para a entrada de Houssini Kharja, enquanto Philippe Coutinho saiu para a entrada de Pazzini. Javier Zanetti foi deslocado para a lateral esquerda.

Em cobrança de falta aos cinco minutos, Eto’o levou muito perigo e obrigou o goleiro Siirigu a fazer grande defesa e mandar para escanteio.

Ais onze minutos de jogo, não teve jeito. Kharja colocou na área, Pazzini dominou no peito, girou e bateu rasteiro no canto, vencendo Sirigu. A Inter finalmente conseguia um gol, depois de muita pressão.

A torcida tomou um balde de água fria aos 17 minutos. Thiago Motta derrubou Pajtim Kasami na área e o juiz marcou a penalidade. Pastore foi para a cobrança e bateu com força no lado esquerdo de Júlio César, que fez uma grande defesa.

A pressão nerazzura continuava. Maicon, em cobrança de falta, levantou a bola na área para Pazzini se antecipar e mandar de cabeça para o fundo da rede e empatar o jogo no San Siro.

O atacante estava inspirado. Kharja fez o lançamento longo para Pazzini dentro da área, que foi derrubado por Ezequiel Muñoz. O juiz marcou o pênalti que Samuel Eto’o, com categoria, mandou para as redes. Foi o 13º gol do camaronês na Serie A.

O Palermo ainda ameaçou o time de Leonardo. Em cruzamento de Pastore do lado direito, Balzeretti pegou de primeira e obrigou Júlio César a grande defesa, salvando o gol de empate.

A vitória leva a Inter a 38 pontos, a nove do Milan, mas com um jogo a menos. A Lazio, com 40, está dois pontos à frente e o Napoli, com 43, continua a cinco de vantagem dos nerazzurri.

Confira todos os jogos da 22ª rodada da Serie A:

Sábado, 29/janeiro
Lazio 2×0 Fiorentina
Catania 0x2 Milan

Domingo, 30/janeiro
Brescia 0x2 Chievo
Genoa 3×1 Parma
Napoli 4×0 Sampdoria
Bologna x Roma (adiado)
Internazionale 3×2 Palermo
Cagliari 2×1 Bari
Lecce 1×1 Cesena
Juventus x Udinese

Confira classificação e próximos jogos do Campeonato italiano.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo