Itália

O futuro de Cavani também pode ser glorioso no Napoli

Numa bela tarde de domingo, Cavani resolveu mais um jogo a favor do Napoli em San Paolo. O uruguaio deixou três gols nas redes da Inter e chegou a uma marca incrível de 101 gols pelos partenopei. Com 26 gols nesta edição da Serie A, o atacante fez quase a metade dos 67 marcados pelo time.

Em sua terceira temporada no San Paolo, Cavani foi de promessa a fenômeno, um dos melhores atacantes que a equipe napolitana teve nos últimos anos. Quando fazia dupla com Lavezzi, o ataque do Napoli era um dos mais temidos e fez boa frente ao Chelsea na campanha da Liga dos Campeões da temporada passada.

O tempo passou, Lavezzi foi embora e Cavani continua fazendo um excelente papel à frente do time escalado por Walter Mazzarri. Destaque absoluto de uma equipe equilibrada e que deve assegurar a vice-liderança no campeonato, ele se encaixa perfeitamente na proposta de jogo apresentada pelo Napoli nos últimos anos. Um jogo agressivo, voltado para as oportunidades de gol e a pressão no campo do adversário.

Um artilheiro regular

Desde 2010, mantém uma regularidade assombrosa. Sempre acima da média de 30 gols, o uruguaio tem seu melhor desempenho ao mesmo tempo que é cobiçado pelos grandes europeus. O futuro dele parece ainda mais promissor, seja no San Paolo ou em qualquer outro estádio.

Reconhecendo ter um tesouro em mãos, a diretoria do Napoli parece estar irredutível enquanto a ceder o seu camisa 7, fonte inesgotável de gols incríveis e de esperança, quando os partenopei enxergam o sucesso cada vez mais próximo. Tudo indica que Cavani irá disputar a próxima Liga dos Campeões pelo clube. E ai de quem duvidar que se trata do seu auge na carreira.

Aos 26 anos, Edinson pode muito bem encerrar sua carreira no San Paolo e não levantaria dúvidas sobre sua verdadeira capacidade. Aos que dizem que ele precisaria jogar por um time maior, a impressionante média de 33 gols por ano e a iminente artilharia da Serie A devem servir como contra argumento.

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo