Itália

Negociação começa, mas greve na Itália é mantida

A greve convocada pelos jogadores para os dias 25 e 26 deste mês em protesto pela criação de um novo regime contratual será mantida, apesar de terem começado nesta segunda-feira as negociações entre os representantes dos atletas e os responsáveis pelo Campeonato Italiano.

Após o primeiro encontro, realizado em Roma, os jogadores não desconvocaram a paralisação e decidiram dar continuidade às negociações nesta quarta-feira, de acordo com informações dadas pelo presidente da Associação de jogadores da Primeira Divisão Italiana (AIC), Sergio Campana.

O ex-jogador, que atualmente é advogado, foi o responsável por confirmar à imprensa a manutenção da greve: “o encontro de hoje foi interlocutório. A negociação segue, mas, por enquanto, a greve segue adiante”.

Campana confirmou a realização de duas novas reuniões e especificou os tópicos da reforma contratual com os quais os atletas não concordam.

“Voltaremos a nos reunir na quarta-feira e na sexta-feira, mas permanecemos intransigentes sobre dois dos oito pontos do novo contrato proposto: a obrigação para os jogadores de aceitarem uma transferência e a possibilidade de os clubes decidirem que o jogador irá treinar fora da equipe principal”, explicou.

Por outro lado, o presidente da Liga de Futebol da Itália, que organiza o campeonato nacional, Maurizio Beretta, mostrou seu desacordo com a greve convocada pelo sindicato dos jogadores, mas manifestou seu desejo de chegar a uma solução satisfatória para ambos os lados.

“Nós estamos convencidos de que poderemos encontrar um acordo, mas é necessário garantir a estabilidade econômica dos clubes”, comentou. (EFE)

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo