Itália

Milan tropeça em casa, de novo; Roma goleia Parma

Poupando alguns de seus principais jogadores, o Milan não poderia esperar muito do duelo contra a Lazio. Ainda assim, o empate por 1 a 1 em casa decepciona, pois deixou a equipe em situação mais complicada na luta pela quarta posição, a última que dá vaga na próxima edição da Liga dos Campeões.

Pensando no duelo da próxima terça contra o Arsenal pela LC, Ancelotti deixou vários de seus titulares de fora. Kaká, Pirlo e Nesta nem entraram em campo, enquanto que Seedorf foi substituído antes do final. O técnico preferiu lançar mão de jovens como Alexandre Pato, Gourcuff e Paloschi.

A ausência de Pirlo e Kaká tirou consistência do meio-campo milanista. Assim, o time ficava preso na marcação laziale e permitia que os romanos criassem oportunidades esporádicas. Depois de duas chances defendidas por Kalac, a Lazio conseguiu brir o marcador com Bianchi aos 9 minutos do segundo tempo.

O Milan conseguiu melhorar a partir daí. Ainda assim, precisou de um pênalti para ter uma real chance de empate. Siviglia derrubou Kaladze na área e Oddo converteu a cobrança. Das 13 partidas que os rossoneri jogaram em San Siro pela Serie A nesta temporada, esta foi a nona em que o Milan não venceu.

Em outro jogo da Serie A neste sábado, a Roma não teve dificuldades para fazer 4 a 0 no Parma. Jogando em casa, os romanistas se impuseram e construíram a goleada com tranqüilidade. Os gols foram marcados por Aquilani, Falcone contra, Totti e Vucinic.

Com esses resultados, a Roma foi a 55 pontos, seis a menos que a líder Internazionale. O Milan tem 43 e está na quinta posição, um ponto atrás da Fiorentina, que tem um jogo a menos. Lazio e Parma continuam no pelotão intermediário, sendo que os parmesões correm risco mais acentuado de rebaixamento.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo