Copa da ItáliaItália

Milan sofreu um bocado para vencer Torino de forma dramática e ir à semifinal da Copa da Itália

Foi bastante sofrido, mas o Milan está na semifinal da Copa da Itália, depois de uma virada dramática contra o Torino em San Siro. Na prorrogação, os rossoneri venceram por 4 a 2, depois de empatarem o jogo nos acréscimos do segundo tempo, e avançam na competição. Foi Hakan Çalhanoglu quem teve participação mais decisiva no duelo, com o gol de empate nos acréscimos e o gol da virada na prorrogação.

[foo_related_posts]

O técnico Stefano Pioli decidiu levar a campo uma equipe com alguns jogadores poupados. Os principais no ataque, com Ante Rebic e Krzysztof Piatek nos lugares de Rafael Leão e Zlatan Ibrahimovic, que vem sendo titulares. Os dois entrariam em campo no segundo tempo, quando as coisas começaram a ficar ainda mais complicadas.

Em uma boa jogada pelo lado direito, o Milan abriu o placar aos 11 minutos. Uma grande jogada de Ante Rebic, depois de uma boa recuperação de bola de Castillejo, pedalou para cima da marcação e cruzou rasteiro. A bola passou por todo mundo e Giacomo Bonaventura completou para o gol: 1 a 0.

Só que o Torino arrancou o empate. Simone Verdi lançou, Gleison Bremer, o brasileiro, dominou e marcou, dentro da área: 1 a 1. O jogador, de 22 anos, era do Atlético Mineiro e se transferiu para a Itália em 2018. Sim, um zagueiro, fazendo gol típico de atacante. E pior para o Milan, não era o fim.

Aos 26 minutos do segundo tempo, o Torino arrancou a virada. E curiosamente, com outro gol do brasileiro Bremer. Em cruzamento de Ola Aina, ele tocou de cabeça para marcar mais uma vez e colocar o Toro em vantagem em San Siro.

Naquele momento, Zlatan Ibrahimovic já tinha substituído Piatek em campo. Depois do gol, ainda entraram Rafael Leão e Hakan Çalhanoglu. E foi este último que acabou tendo a participação decisiva. Aos 46 minutos do segundo tempo, em uma jogada de Samu Castillejo, a bola veio para o meio e o turco encheu o pé para estufar a rede. A bola ainda sofreu um desvio leve. Os 2 a 2 levaram o jogo à prorrogação.

O tempo extra foi muito movimentado e muito cheio de correria. O primeiro tempo da prorrogação acabou sem gols, mas houve chances para marcar. Só que aos 106 minutos, o primeiro minuto do segundo tempo da prorrogação, Franck Kessié tocou para Çalhanoglu que encheu o pé, de esquerda. O goleiro Salvatore Sirigu ainda tocou na bola, mas ela entrou: 3 a 2.

Dois minutos depois, o Milan fechou a conta. Rafael Leão recebeu dentro da área e ajeitou para Ibrahimovic, que chutou forte, no alto, sem defesa: 4 a 2 e fim de jogo. O Torino ainda tentou chegar mais algumas vezes, mas perdeu a força e o ânimo, além do fôlego já estar no fim. O Milan se classificou.

Com a vitória, o Milan vai à semifinal da Copa da Itália e com um confronto enorme: enfrentará a Juventus, em um duelo de rivalidade e de muito peso. A semifinal é a única fase da competição com jogos de ida e volta. Os jogos serão nos dias 12 de fevereiro, em Milão, e 4 de março, em Turim. Tem tudo para ser um duelo bastante interessante.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo