Itália

Milan e Inter citados por divulgar balanço falso

Depois de mais de seis meses de investigações, a federação italiana considerou que Milan e Internazionale têm responsabilidade na apresentação de balanços irregulares. O anúncio foi feito por Stefano Palazzi, procurador da Federcalcio.

O ponto principal da acusação é que os clubes teriam manipulado os valores relativos a compra e venda de jogadores em 2003. Tais dados irregulares teriam reflexo no balanço fechado em 2004 e na situação patrimonial de 2005.

Além dos clubes em si, também foram individualmente citados Adriano Galliani, diretor administrativo do Milan, Gabriele Oriali, diretor técnico da Inter na época, Rinaldo Ghelfi, vice-presidente da Inter, e Mauro Gambaro, diretor administrativo da Inter.

Os dois clubes negam as acusações e afirmam, em comunicados oficiais, que aproveitarão a abertura do processo para aprofundar a defesa e mostrar que se trata de um equívoco da procuradoria. De acordo com a Inter, a Justiça Comum já teria mostrado a inocência dos clubes.

O processo foi iniciado em junho de 2007. Parma, Sampdoria e Chievo, outros clubes suspeitos de irregularidades no balanço, terão de esperar. O anúncio do resultado das investigações foi adiado.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo