Itália

Materazzi diz que Conte está se tornando um “interista” e vê semelhanças com Mourinho

O último treinador a levar a Internazionale às grandes glórias foi José Mourinho, vencedor da Tripleta na temporada 2009/10. Neste momento, com Antonio Conte, está emendando a segunda briga pelo scudetto consecutiva, tendo chegado ao topo da tabela no fim de semana ao vencer a Lazio e ver o Milan tropeçar contra o Spezia. Suficiente para deixar Marco Materazzi animado com o controverso comandante nerazzurri.

Materazzi até vê similaridades entre Conte e Mourinho, embora tenha se recusado a compará-los. Citou inclusive o termo “barulho dos inimigos” que o português costumava usar. O contexto foi o gesto obsceno de Conte à diretoria da Juventus durante as quartas de final da Copa Itália, semana passada, pelo qual Conte pediu desculpas – e também disse que foi provocado.

“Acho que Conte está se tornando um interista. Ele pediu desculpas pelo gesto, insistiu que foi provocado. Admitir um erro é uma coisa bem legal. Somos a Inter e estamos acostumados com o barulho dos inimigos. Torna tudo muito mais bonito e especial”, disse Materazzi, à Gazzetta dello Sport.

“Não quero comparar Mourinho com Conte, mas em algumas maneiras eles são similares. São similares na maneira como vivem os jogos e no quanto tiram o melhor dos seus jogadores. Mesmo se preparam o time de maneiras diferentes para os jogos. Conte está se tornando um interista, é assim que eu explico a comemoração da noite passado. Estou gostando muito”, completou.

No último domingo, a Internazionale ganhou da Lazio por 3 a 1, sua quarta vitória em cinco rodadas, e chegou a 50 pontos em 22 partidas pelo Campeonato Italiano. O Milan parou nos 49. A Juventus, com um jogo a menos, tem 42.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo