Itália

Mãe de Adriano diz que atacante pensou em suicídio

A profunda depressão pela qual Adriano passou em 2009, quando defendia a Inter de Milão, e levou o atacante a deixar o futebol de forma temporária, fez com que ele também cogitasse o suicídio, afirmou a mãe do jogador da Roma em entrevista publicada nesta quinta-feira pelo jornal Gazzetta dello Sport.

“Um dia, quando ainda estava na Itália, ele me chamou e disse que queria largar o futebol. Confessou que pensava em suicídio, e eu lhe pedi que pensasse com o coração, porque nada importa mais do que a felicidade, e se para conseguí-la ele precisasse parar de jogar, não teria problema nenhum”, relatou dona Rosilda.

Além disso, a mãe do atacante explicou que o motivo principal que o levou a entrar em depressão e ter problemas com o álcool foi a morte de seu pai, segundo ela “nunca superada” por Adriano. Dona Rosilda disse ainda que a situação só se agravou com as críticas que ele recebeu dos torcedores.

“Ninguém sabe como é a dor melhor do que quem a sofre, e provavelmente nem eu mesma soube como ajudá-lo”, declarou.

O retorno do 'Imperador' à Itália, após passagem pelo Flamengo, clube pelo qual conquistou o título brasileiro no ano passado, foi considerado “positivo” por dona Rosilda.

“Hoje em dia, Adriano tem força suficiente para enfrentar e superar as dificuldades. Está se esforçando e trabalhando para mudar, o que é o mais importante, porque ele foi o primeiro a se dar conta disso”, finalizou. (EFE)

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo