Itália

Locatelli é a contratação que a Juventus precisava em um setor carente do time

Meio-campo da Juventus não consegue ter um jogador que se firme e Locatelli chega de ótimas temporadas no Sassuolo e brilho pela Azzurra na Euro

Manuel Locatelli é o novo jogador da Juventus. Destaque na Eurocopa pela campeã Itália, o meio-campista, de 23 anos, deixa o Sassuolo e defenderá o clube de Turim, com contrato de cinco anos. O mais incrível da operação é que a Juventus não pagará nada pelo jogador imediatamente. Fez um compromisso de pagar parcelado e com metas estabelecidas.

A transferência é por empréstimo até junho de 2023 com obrigação de compra de forem atingidos “alguns objetivos esportivos”. Segundo o Football Italia, a obrigação de compra se dá assim que a Juventus marcar o seu primeiro ponto no campeonato. O valor acordado é de € 25 milhões, pagos em três anos, e mais € 12,5 milhões em cláusulas de acordo com metas esportivas estabelecidas.

A ideia de um empréstimo com compra vinculada desde que cumpridas metas esportivas é uma manobra contábil. Coim isso, o valor da transferência não será incluído na temporada atual, 2021/22. Além disso, a Juve ainda consegue negociar um alongamento do prazo para pagar. O Sassuolo aceitou porque o salário de Locatelli era alto e isso representa um alívio. Além de colocar uma obrigação de compra disfarçada de cláusula condicional, ou seja, é um dinheiro certo. Uma negociação típica de um futebol ainda sofrendo com a pandemia.

Aos 23 anos, Locatelli defenderá um clube grande pela segunda vez na sua carreira. Ele foi formado nas categorias de base do Milan, que o vendeu ao Sassuolo por € 14 milhões em 2019. Curiosamente, ele marcou um golaço pelo Milan contra a Juventus no clássico em 2016.

A Juventus usou uma fórmula parecida para contratar Federico Chiesa e o pagamento pelo jogador será no próximo ano. Por isso, precisava que o empréstimo fosse de dois anos para adiar um pouco mais o pagamento.

O que Locatelli pode trazer à Juventus?

Com uma capacidade física considerável e capacidade de chegar bem ao ataque, Locatelli é um jogador que tem tudo para assumir o posto de titular. O setor tem sido um problema da Velha Senhora há anos. Desde as saídas de Arturo Vidal e Paul Pogba e do fim da carreira de Claudio Marchisio, especialmente.

Foram diversas contratações para o setor, notadamente Aaron Ramsey e Adrien Rabiot, que nunca conseguiram assumir o posto de titulares indiscutíveis. Outros, como Rodrigo Betancur, ainda mostram instabilidade. Weston McKennie foi quem mais correspondeu desde que chegou, na última temporada. Arthur, contratado junto ao Barcelona, até aqui não entregou nem perto do que se espera de um jogador de seleção brasileira.

Com Locatelli, a Juventus ganha um jogador que tem um grande físico e é tecnicamente muito capaz de assumir o posto. Na seleção italiana mostrou que tem potencial para ser titular e pode ser um dos melhores jogadores daquele setor na Serie A. Com ele e Weston McKennie, a Juventus um potencial meio-campo de alto nível por muito tempo, já que ambos são jovens.

Locatelli é uma grande contratação para a Juventus, que pode, enfim, ter acertado na posição. Mais do que isso, talvez esteja na hora de negociar alguns dos outros jogadores dali, como o próprio Ramsey. O galês tem salário alto e é especulado constantemente em clubes ingleses. Pode ser a deixa para a Velha Senhora negociá-lo, sem perder opção no elenco.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo