Itália

Kharja marca, e Inter já é terceira

Se, na partida contra o Cesena, Giampaolo Pazzini foi o destaque, novamente um jogador que chegou na janela de transferências recém-fechada salvou a pele da Internazionale pelo Campeonato Italiano. No jogo que fechou a 23ª rodada, nesta quinta, o meio-campista marroquino Houssine Kharja não só começou como titular, mas também abriu o placar para a Beneamata contra o Bari. E, no fim, a equipe venceu os Galletti por 3 a 0. O resultado fez com que o time de Leonardo chegasse à terceira posição na tabela, com 41 pontos, como a Lazio, mas passando as Águias no número de gols pró.

Tentando movimentar-se mais no ataque, o Bari conseguiu uma ótima chance numa jogada de bola parada. Aos dez minutos, após sofrer falta de Andrea Ranocchia na entrada da área, Sergio Almirón se encarregou da cobrança. E o argentino mandou a bola no ângulo direito, para boa defesa de Júlio César, que espalmou por cima do gol.

A Internazionale só respondeu aos 20 minutos. Maicon veio pela direita, abriu o jogo pelo meio e arriscou o chute para o gol, mas o goleiro Jean-François Gillet defendeu sem problemas. Aos 25, os interistas continuaram: Samuel Eto'o passou a Maicon, que deixou com Diego Milito. Porém, Kamil Glik tirou a bola pela linha de fundo. Na cobrança, Ranocchia chegou cabeceando no meio da área, mas Gillet defendeu. E o primeiro tempo seguiu sem mais grandes chances de gol até o final.

Mas, na etapa final, foi a Inter que começou no ataque. Aos três minutos, em jogada individual, Eto'o passou pela defesa dos Galletti, entrou na área e chutou cruzado. Mas ela desviou em Marco Rossi e saiu para escanteio. O Bari só chegou aos 11, quando Alessandro Parisi arriscou chute de fora da área, mas Júlio César agarrou tranquilamente.

E, aos 14 minutos, houve um lance de violência no jogo. Após sofrer falta de Almirón, Eto'o partiu para a cobrança, da direita. E, enquanto os jogadores se moviam por espaço, no meio da área, Christian Chivu deu um soco em Rossi, não notado pelo árbitro Andrea Romeo, mas flagrado pelas câmeras de televisão.

Mas, aos 24, um gol tirou a partida do marasmo. Em chegada à área, Houssine Kharja tabelou com Eto'o. De calcanhar, o camaronês devolveu ao marroquino. E o camisa 14 invadiu a àrea pela esquerda, e chutou na saída de Gillet, abrindo o placar, enfim, para os Nerazzurri.

O Bari, então, partiu em busca do empate. Aos 29, pela esquerda, Alessandro Gazzi recebeu lançamento e arriscou de primeira, mas Júlio César agarrou sem problemas. Gazzi voltou a chutar, aos 40, mas o goleiro brasileiro defendeu novamente, em dois tempos.

E, nos acréscimos, aos 48, a Inter ampliou a vantagem. Após falha do Bari no meio-campo, a bola sobrou com Thiago Motta, que a carregou desde o meio-campo e passou a Pazzini. O camisa 7 interista, pela esquerda, na área, chutou cruzado, mandando no canto de Gillet e fazendo 2 a 0.

Mas não havia acabado. Aos 50, veio a definição: após cruzamento de Javier Zanetti, pela direita, Kharja ajeitou com o peito para Wesley Sneijder. E, quase na pequena área, o holandês, que voltou de contusão e entrou no lugar de Milito, fechou o placar.

Confira os jogos da 23ª rodada do Campeonato Italiano:

Terça, 1/fevereiro
Milan 0x0 Lazio

Quarta, 2/fevereiro
Fiorentina 1×0 Genoa
Palermo 2×1 Juventus
Chievo 2×0 Napoli
Sampdoria 0x1 Cagliari
Cesena 1×1 Catania
Udinese 1×1 Bologna
Parma 0x1 Lecce

Quinta, 3/fevereiro
Bari 0x3 Internazionale

Clique aqui e veja as próximas rodadas e a classificação da Serie A.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo