Itália

Juventus divulga carta de protesto contra arbitragem

A Juventus divulgou neste domingo uma carta aberta à federação italiana (FIGC) e à associação italiana de árbitros (AIA), protestando contra as arbitragens nos jogos da equipe na atual temporada da Série A. O manifesto chega no dia seguinte à derrota por 2 a 1 para a Reggina, em que o clube bianconero se considerou prejudicado.

A Vecchia Signora reclama da marcação do pênalti que permitiu à Reggina chegar ao gol da vitória, aos 45 minutos do segundo tempo, por considerar que não houve falta de Mohammed Sissoko em Nicola Amoruso. O clube argumenta ainda que outras decisões da arbitragem, incluindo um pênalti não marcado sobre o mesmo Sissoko, foram injustas com a equipe.

“Neste campeonato e no anterior, a Juventus sempre procurou aliviar as tensões do mundo arbitral, evitando polêmicas e aceitando com fair-play até as decisões controversas. Um comportamento que, depois dos fatos de Reggio Calabria, deve ser reconsiderado”, diz a carta assinada pelo presidente Giovanni Cobolli Gigli e pelo diretor esportivo Jean-Claude Blanc.

“Mais uma vez, nesta temporada, a Juventus foi prejudicada de forma irreversível pelas decisões da arbitragem. A repetição de episódios tão graves leva a pedir uma intervenção dos máximos organismos nacionais para garantir a regularidade do campeonato e tutelar o empenho e o profissionalismo dos jogadores, técnicos e dirigentes da Juventus”, prossegue o manifesto.

A Juventus afirma que a alegada “perseguição” da arbitragem é uma conseqüência do escândalo de manipulação de resultados que rebaixou o time à Série B, em 2006. O clube diz que “não pode continuar a pagar por culpas que já cumpriu, uma pena extremamente severa e da qual está se reerguendo, graças também à paixão de seus torcedores, que legitimamente pedem respeito”

“É preciso reencontrar confiança na classe arbitral e dar novo embalo ao futebol italiano. Um mundo baseado na paixão, no empenho, mas também na competência e no profissionalismo que não podem ser frustrados por um componente obstinado a se fechar às novidades e a reagir com irritação às críticas”, conclui a carta.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: r[email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo