Itália

Escala vaza, e Collina muda árbitro de jogo da Série A

Pouco mais de um ano depois da explosão de um escândalo de manipulação de resultados de grandes proporções, o futebol italiano volta a se ver envolvido em uma polêmica sobre a arbitragem.

Pierluigi Collina, ex-árbitro e hoje responsável pelas escalas para os jogos da Série A, alterou a equipe de arbitragem do jogo entre Napoli e Livorno, marcado para esta quarta-feira, por causa de um ainda misterioso vazamento de informação.

Antes mesmo da divulgação oficial da escala, o Livorno publicou em seu site oficial que o árbitro Daniele Orsato havia sido designado para a partida, válida pela quinta rodada. A nota revelava ainda o nome dos dois assistentes e do quarto árbitro.

O fato levou Collina a pedir a abertura de uma investigação sobre o incidente. Ele retirou Orsato e o restante do quarteto da escala e designou Emidio Morganti, que apitou no último domingo o empate por 2 a 2 entre Roma e Juventus.

“Estou surpreso e contrariado por este caso inaceitável”, disse Collina. “Já foi ativada a procuradoria arbitral para compreender como pode ter ocorrido. Só estavam cientes da escala o árbitro, os assistentes e o quarto homem, como de costume, e os responsáveis pelas estruturas logísticas requeridas para organizar o deslocamento dos designados”.

Collina, considerado um dos maiores árbitros da história, abandonou o apito em 2005, aos 45 anos. Ele havia obtido uma permissão especial para trabalhar por um ano além da idade limite, mas preferiu encerrar a carreira em meio às polêmicas sobre a assinatura de um contrato de patrocínio com a Opel, que patrocinava o Milan.

Sua escolha como designador de árbitros das séries A e B, no último mês de julho, foi vista como um passo para devolver credibilidade à arbitragem italiana após o “CalcioCaos”, que culminou com punições a clubes como Juventus, Milan, Lazio e Fiorentina na última temporada.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo