Itália

Enquanto o futebol olhar para casos de racismo como “incidentes isolados”, a História se repetirá, diz Maignan

O goleiro francês do Milan foi alvo de ofensas racistas de torcedores da Juventus antes do empate por 1 a 1 do último domingo

Enquanto o futebol tratar casos de racismo como “incidentes isolados”, a História se repetirá novamente, novamente e novamente, afirmou o goleiro Mike Maignan, alvo de ofensas preconceituosas de parte da torcida da Juventus no clássico do último domingo que terminou empatado em 1 a 1 no Allianz Stadium.

O goleiro francês, contratado nesta temporada para substituir Donnarumma, denunciou as ofensas que recebeu durante o aquecimento para a partida e cobrou ações muito mais eficientes das autoridades do futebol em um comunicado certeiro.

Segundo a agência de notícias Ansa, Juventus e Milan estão trabalhando em conjunto para encontrar os responsáveis, e a Velha Senhora abriu um processo para localizá-los. Semana passada, o Milan já havia denunciado ofensas racistas de torcedores da Lazio contra o volante Tiemoué Bakayoko.

“Domingo à noite, no Allianz Stadium, alguns torcedores da Juventus emitiram insultos e cantos racistas contra mim. O que querem que eu diga? Querem que eu diga que racismo é ruim e que esses torcedores são estúpidos? Não é sobre isso. Eu não sou o primeiro e nem serei o último jogador a passar por isso. Enquanto olharmos ao que aconteceu como ‘incidentes isolados’, a História se repetirá novamente, novamente e novamente.

O que fazemos para enfrentar o racismo no estádio de futebol? Realmente acreditamos que está sendo eficiente? Estou em um clube que quer ser um líder na oposição a qualquer tipo de discriminação. Mas precisamos ser mais e precisamos nos unir nesta batalha contra um problema da sociedade maior que o próprio futebol.

As pessoas que tomam decisões sabem como você se sente ao ouvir insultos que nos retratam como animais? Eles sabem o que isso causa em nossas famílias, nossos parentes, que simplesmente não conseguem entender por que essas coisas continuam acontecendo em 2021?

Não sou um <<vítima>> de racismo. Sou Mike, me posicionando, negro e orgulhoso. Enquanto pudermos levantar nossas vozes e fazer a diferença, faremos isso”.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo