Itália

Dérbi de Turim acaba com Nedved expulso

O nervosismo juventino depois do jogo em Reggio Calábria ficou claro no finam do chato empate sem gols entre os clube ‘bianconero’ e os rivais do Torino, nesta terça-feira, no estádio Comunale.

Com a partida praticamente definida, o armador tcheco Pavel Nedved se irritou com um empurrão do defensor ‘granata’ Comotto e levou um cartão vermelho do árbitro Rozzoli, que estava a dois metros do episódio.

A Juventus tem demonstrado uma irritação bastante grande com a arbitragem e nos últimos dias publicou até uma carta aberta à federação, onde afirma que está sendo prejudicada por questões pelas quais já foi punida.

A partida foi bastante equilibrada e teve poucas chances, mas distribuídas de parte a parte. Com esquemas iguais, os dois times já davam sinais de uma partida cautelosa por causa de desfalques.

Com uma linha defensiva montada com Zebina, Leggrotaglie, Chiellini e Molinaro, o time de Cláudio Ranieri se saiu bem na defesa e só foi ameaçado com uma boa conclusão de Rosina que acabou na trave.

Em troca, o Torino mandou um meio-campo muito físico para o gramado, com Diana e Paolo Zanetti nas extremas e Barone e Grella na contenção, fazendo com que Nedved e Camoranesi não tivessem liberdade.

Percebendo a marcação forte do Torinop, a única mudança de Ranieri no segundo tempo foi a entrada de Nocerino no lugar de Palladino, fazendo com que o setor ficasse mais robusto, mas diminuindo as chances de criação.

Nos descontos, Nedved se irritou com uma entrada de Comotto e deu um tapa no defensor ‘torinese’ praticamente diante do árbitro, que não teve dúvidas para expulsar o tcheco. O final de partida melancólico acompanhou o nível de emoção do resto djo jogo.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo