Itália

Barcelona consegue um ótimo meio-campista com Franck Kessié, que chega do Milan

Com o fim do seu contrato com o Milan, Kessié se torna um reforço de qualidade e sem custos de transferência para os blaugranas

O Barcelona oficializou a contratação do meio-campista marfinense Franck Kessié, de 25 anos, que chega sem custos do Milan. Era um reforço esperado há muito tempo, mas o clube só anunciou o negócio nesta segunda-feira. Ele rejeitou diversas propostas do clube italiano para renovar o seu contrato e agora vai para o Barcelona.

Kessié assinou contrato com o Barcelona até 2026 e tem uma cláusula de rescisão de € 500 milhões. Na Espanha, é obrigatório que todos os jogadores tenham cláusulas de rescisão em seus contratos. Depois do caso Neymar, que o PSG pagou os € 222 milhões da cláusula de rescisão, o clube catalão tem colocado valores muito mais altos para garantir que a cláusula não seja paga — ou, se for, gerará um dinheiro surreal.

É um tipo de reforço importante para o Barça não só pela qualidade do jogador, mas porque ele chega sem custos de transferência. Em um clube com o tamanho do problema financeiro que os catalães têm, isso não é irrelevante. Além disso, já serve como reposição à provável saída de Frank De Jong, que negocia com o Manchester United.

A carreira de Kessié começou ainda na Costa do Marfim, no Stella Club, mas rapidamente o jogador foi para as categorias de base da Atalanta. Foi por lá que o jogador se desenvolveu, tendo um empréstimo ao Cesena por uma temporada. Quando voltou à Atalanta, teve um ano espetacular em 2016/17, o que o levou para o Milan, inicialmente por empréstimo, posteriormente contratado por € 32 milhões.

Na última temporada, Kessié fez 39 jogos, com sete gols marcados e uma assistência. O jogador atua primordialmente como volante mais defensivo, mas com ótima qualidade de passe e muito vigor físico. Um dos seus trunfos, inclusive, são as bolas paradas. É bom batedor de pênaltis, faltas e escanteios. No total da sua carreira, foram 223 jogos e 37 gols.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo