Itália

Allegri compara Balotelli a Ibrahimovic. E faz sentido

O técnico do Milan, Massimiliano Allegri, elogiou o seu principal jogador no momento, o atacante Mario Balotelli. Para o treinador, o centroavante se parece com Zlatan Ibrahimovic, atacante que defendeu o Milan nas duas temporadas anteriores e foi o grande jogador do time nesse período. E o treinador tem razão. Balotelli tem as características parecidas com o sueco – tanto a parte boa quanto a parte ruim.

“Ele é similar ao Ibrahimovic tanto fisicamente quanto tecnicamente, mas ele ainda pode melhorar porque ele está jogando com continuidade aqui”, disse Allegri. “Balotelli ainda tem muito a melhorar como um centroavante pelo seu potencial, mas ele tem os ingredientes certos para isso”, analisou ainda o técnico.

“O elenco é jovem e eu estou feliz com o trabalho que o clube tem feito”, disse Allegri. “Se nós chegarmos à Liga dos Campeões sem jogar a fase preliminar terá sido um bom ano. Uma coisa é certa: se nós chegarmos onde queremos chegar, precisaremos de muitos pontos”, afirmou o treinador do Milan.

Allegri tem razão. Balotelli tem sido uma parte crucial do Milan e da seleção italiana. É verdade que o time rossonero já estava em uma curva ascendente quando ele chegou, mas foi o toque de qualidade que faltava a um time jovem, mas aplicado e que tem talento, apesar da forte desconfiança que foi submetido.

Desde que chegou ao Milan, Balotelli fez seis jogos e marcou sete gols. Só em uma partida ele não marcou: no clássico contra a Inter, quando o jogo ficou 1 a 1. Em todos os outros cinco jogos, ele marcou ao menos uma vez. Sua força física e explosão muscular são impressionantes e lembram, sim, Ibrahimovic. Balotelli tonou-se o melhor jogador também na seleção italiana. Ele é o principal responsável pelos gols da seleção. Nos últimos cinco jogos, marcou três gols.

O sueco chegou ao Milan como um jogador experiente e liderou a conquista do scudetto em 2010/11. Balotelli ainda não poderá fazer isso nessa temporada. Mas nas próximas? É possível. Com um time jovem e a continuidade de jogos que ainda não tinha conseguido na carreira, as perspectivas para ele são boas. Balotelli sempre foi uma promessa de grande jogador. Ganhava mais manchetes pelo que fazia fora de campo, pelo seus feitos exóticos, do que pelo que fazia em campo. Sua participação na seleção tem sido importante desde que Cesare Prandelli assumiu a seleção. Agora, passa a ser importante também no seu clube. E pode começar a tirar a diferença entre seu potencial e seu rendimento de fato. A capacidade ele já deixou claro que tem. Se terá a disciplina e o esforço suficiente para isso? Tudo indica que sim.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo