InglaterraPremier League

West Ham herdará o Estádio Olímpico de Londres

Depois de uma longa novela, o destino do Estádio Olímpico de Londres foi selado. E, conforme o esperado, o West Ham foi confirmado como novo dono do local pelos próximos 99 anos. O acordo foi anunciado nesta sexta-feira, pela Corporação de Desenvolvimento do Legado de Londres (LLDC), organização que cuida da gestão das instalações olímpicas.

No entanto, algumas modificações serão feitas no estádio antes que o West Ham tome posse. O número de lugares nas arquibancadas será reduzido de 54 mil para 45 mil, em obras cujos custos são estimados em € 180 milhões – dos quais 10% devem ser bancados pelo clube. A expectativa é a de que os Hammers comecem a mandar seus jogos no local a partir da temporada 2016/17. Pela posse, o West Ham também terá que pagar € 2,4 milhões anuais à prefeitura.

Desde dezembro, o West Ham já era apontado como candidato preferencial pela LLDC. Sediado nas proximidades do estádio, o Leyton Orient tentava impugnar o negócio, aludindo a uma lei que assegura uma distância mínima entre instalações de clubes de futebol diferentes. A alegação, no entanto, não foi levada em frente.

Mesmo sob domínio do West Ham, o Estádio Olímpico de Londres continuará recebendo outros eventos esportivos e espetáculos. As arquibancadas contarão com assentos retráteis, capazes de aumentar sua capacidade. O local já está definido como uma das sedes da Copa do Mundo de Rúgbi de 2015 e como palco principal do Campeonato Mundial de Atletismo de 2017.

Um dos donos do clube, David Gold explicitou seu contentamento com o acerto: “É muito empolgante. Estou muito feliz que tenhamos assinado este acordo hoje. Há um novo futuro para o West Ham. Novos empregos serão gerados quando o estádio for reformado”.

Os Hammers mantêm em sigilo seus planos para o futuro de Upton Park, atual estádio do clube. “Estamos nos sentido realmente privilegiados. Vendemos todos os ingressos para os últimos 13 jogos da equipe e precisamos de um estádio maior. Nós queremos que o futebol seja acessível à classe trabalhadora e por isso queremos mais lugares.”, afirmou David Sullivan, outro proprietário do West Ham.

Upton Park possui capacidade para 35 mil torcedores. Nesta temporada, apenas os jogos válidos pela Copa da Liga Inglesa receberam menos de 33 mil espectadores. A taxa de ocupação na Premier League é de 98,2% da capacidade total. É esperado que o West Ham venda o estádio para quitar sua dívida de € 84 milhões com a união, pré-requisito necessário para que tome posse do Estádio Olímpico.

Quem também comemorou o acordo foi o prefeito de Londres, Boris Johnson: “O Estádio Olímpico agora é a casa de um grande clube de Londres, que nos deu Bobby Moore e Geoff Hurst. O acordo é grandioso para Londres, para o futebol e para o West Ham. Estamos mudando as arquibancadas e a cobertura, mas mantemos à cidade um grande Estádio Olímpico”.

O West Ham pode não ser o clube mais vitorioso ou o mais popular de Londres, mas, entre os clubes de futebol interessados, era o que se apresentava realmente com mais força. Upton Park e o Estádio Olímpico não são tão próximos (cerca de 4,5 quilômetros de distância), mas não deve haver empecilhos para que o público continue crescendo. O novo estádio, quem sabe, pode até ser um ponto de virada para os Hammers, donos de três Copas da Inglaterra e de uma Recopa Europeia.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.