InglaterraPremier League

Vermelho para o juiz! Man Utd vence Chelsea em Londres

Em uma partida com muita polêmica de arbitragem, o Manchester United venceu o Chelsea por 3 a 2. Foi um jogaço, com duas equipes mostrando força, mas que acabou tendo uma influência decisiva do árbitro Mark Clattenburg. Depois de expulsar com justiça o lateral Ivanovic, o árbitro deu cartão vermelho para Fernando Torres em um lance de suposta simulação após um choque com Evans e deixou o Chelsea com dois a menos. Com o jogo empatado em 2 a 2, validou um gol impedido do Manchester United que determinou a vitória.

Os vermelho jogaram uma grande partida, é preciso que se diga. O Manchester United mostrou uma postura vencedora e foi bem em diversos momentos do jogo. O Chelsea foi determinado e conseguiu um empate duro, depois de melhorar na partida e superar a dominação do rival no meio-campo. O jogo, que foi belíssimo e poderia ter acabado com vitória para qualquer um dos lados, teve uma interferência que deixou o jogo pior, com menos intensidade e que dificultou muito o jogo para o Chelsea.

O Manchester United começou com tudo o jogo. Em 12 minutos, o time fez 2 a 0 sufocando o Chelsea, que errou na saída de bola e tomou dois ataques rápidos que resultaram em gols. A presença de Wayne Rooney recuado tornou o meio-campo do Manchester United tornou a saída de bola do Chelsea difícil. Foi assim que o time vermelho foi mais perigoso na primeira metade.

Foi só mais na parte final do primeiro tempo que o Chelsea se acertou em campo, começou a avançar no campo e criou perigo. Foi aí que apareceu o goleiro David De Gea. Foram três intervenções fundamentais para evitar o gol dos Blues. Primeiro, em um chute de David Luiz em cobrança de falta. Depois, em uma cabeçada à queima-roupa de Fernando Torres. Por fim, em uma saída de bola errada do próprio De Gea, que teve passe de Torres para Mata finalizar para defesa do goleiro.

O volume do Chelsea acabou resultado no gol dos Blues. Rooney, marcando colo volante, fez falta em Hazard. Mata cobrou com muita curva e diminuiu o placar. Era a prévia do que seria o segundo tempo. Logo no início, o Chelsea saiu pressionando e Oscar fez o cruzamento para a área onde Ramires cabeceou bem para empatar o jogo. Naquele momento, o Chelsea parecia que teria força para virar o jogo.

Foi então que dois lances mudaram o jogo. Primeiro, a expulsão justa de Ivanovic em um contra-ataque do United. O sérvio derrubou Ashley Young, que estava na cara do gol. Vermelho e um a menos para os Blues. Depois, veio o grande erro da arbitragem. Fernando Torres recebeu, tentou passar por Evans e caiu. O choque aconteceu, mas o árbitro considerou uma simulação de Torres e deu o segundo cartão amarelo para o espanhol, sendo expulso.

Com dois a menos, o Chelsea ficou em uma situação complicada. Se perdeu em campo e Di Matteo teve que se recompor defensivamente para tentar não ficar aberto demais. Tirou Oscar e Mata e colocou em campo Azpilicueta e Bertrand.

Em um contra-ataque rápido do United, acabou saindo o gol. Primeiro, Van persie recebeu livre, finalizou, Cech desviou e a bola foi devagarzinho para a direção do gol, mas a zaga afastou. No rebote, Rafael chutou forte e Chicharito, em posição irregular, marcou o gol da vitória do United por 3 a 2.

Valente, o Chelsea ainda tentou empatar mesmo com dois a menos. Ramires, em um chute de longe, levou perigo ao gol de De Gea. Mas o domínio era do United, que sabia que tinha dois a mais em campo e administrava o resultado.

A vitória deixa o campeonato mais equilibrado. O Chelsea segue líder, com 22 pontos, mas agora com apenas um ponto de vantagem sobre o Manchester United, que também tem um ponto sobre o rival Manchester City.

Formações iniciais

Destaque do jogo

Mark Clattenburg acabou sendo decisivo no resultado. Expulsou Fernando Torres injustamente e validou um gol impedido de Chicharito Hernández, que acabou dando a vitória ao Manchester United. O United mostrou um bom futebol e foi bem no jogo, mas a atuação do árbitro acabou sendo decisiva.

Momento chave

Depois de Ivanovic foi expulso, aos 17 minutos, a situação do Chelsea ficou difícil. Mas o erro do árbitro Mark Clattenburg aos 23 minutos, dando o segundo amarelo a Fernando Torres por uma suposta simulação, deixou o Chelsea com dois a menos.

Os gols

3’/1T: GOL DO MANCHESTER UNITED!
Ashley Young tocou na direita para Rooney, que chegou no fundo e cruzou para trás. Van Persie bateu para o gol, a bola bateu na ttrave, nas costas de David Luiz, e entrou.

12’/1T: GOL DO MANCHESTER UNITED!
Contra-ataque mortal do United. Valencia foi lançado na direita, chegou no fundo e cruzou para trás, onde Van Persie, bem posicionado, tocou para marcar 2 a 0.

43’/1T: GOL DO CHELSEA!
Rooney fez falta em Hazard. Mata cobrou bonito, com efeito, no canto do goleiro e a bola foi no ângulo.

8’/2T: GOL DO CHELSEA!
Cruzamento de Oscar na cabeça de Ramires, que mandou para as redes. Empate dos Blues no Stamford Bridge.

30’/2T: GOL DO MANCHESTER UNITED!
Após um bate rebate tremendo na área, a bola sobrou para Van Persie finalizar, a bola ficou quase na linha, a zaga afastoue  Rafael pegou o rebote e chutou forte. Chicharito desviou, impedido, e marcou 3 a 2.

Curiosidade

Robin van Persie marcou o seu sexto gol no estádio Stamford Bridge. É o jogador visitante que mais fez gols no estádio do Chelsea.

Ficha técnica

CHELSEA 2X3 MANCHESTER UNITED

Chelsea
Petr Cech; Branislav Ivanovic, Gary Cahill, David Luiz e Ashley Cole; John Obi Mikel e Ramires; Juan Mata (Ryan Bertrand, 27’/2T), Oscar (Cesar Azpilicueta, 20’/2T) e Eden Hazard (Daniel Sturridge, 37’/2T); Fernando Torres. Técnico: Roberto Di Matteo
Manchester United
David De Gea; Rafael, Rio Ferdinand, Jonny Evans e Patrice Evra; Michael Carrick; Antonio Valencia, Wayne Rooney (Ryan Giggs, 28’/2T), Tom Cleverley (Javier “Chicharito” Hernández, 19’/2T) e Ashley Young; Robin van Persie. Técnico: Alex Ferguson
Local: Estádio Stamford Bridge (Londres-ING)
Árbitro:  Mark Clattenburg (ING)
Gols: David Luiz (contra), 4’/1T, Van Persie, 12’/2T,  Chicharito, 30’/2T (Manchester United), Mata, 44’/1T, Ramires, 8’/2T (Chelsea)
Cartões amarelos: Mikel, Torres (Chelsea), Rooney, Valencia (Manchester United)
Cartões vermelhos: Ivanovic, Torres (Chelsea)

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo