InglaterraPremier League

Uma ideia criativa para completar o seu álbum de figurinhas antigo

Um torcedor do Portsmouth de 29 anos encontrou no sótão um álbum de figurinhas incompleto do Campeonato Inglês de 1996. Em vez de buscar os seis cromos que faltavam na internet, teve uma ideia mais criativa. Foi atrás dos ex-jogadores e tirou ele próprio as fotos. A saga durou seis meses, mas Adam Carroll-Smith cumpriu o seu objetivo. Depois, escreveu um livro e jogou o álbum no mar.

Pois é, esses britânicos são loucos. “Foi uma experiência catártica. Minha mulher e eu acabamos de ter um filho, então isso foi uma forma simbólica de mostrar que eu cresci”, explicou em entrevista à BBC.

E não foi muito fácil encontrar os seis. Primeiro, ele descobriu Stuart Ripley, ex-meia de Southampton e Blackburn, em Manchester. Rastreou os outros locais (Keith Curle, Scott Minto e Gary Penrice) pela internet, mas os estrangeiros exigiram mais esforços. Philippe Albert, ex-Newcastle, trabalhava com frutas e vegetais na Bélgica, e o ex-meia norueguês Lars Bohinen participava de uma espécie de Dança das Estrelas escandinava.

Carroll-Smith jogou o álbum no mar para simbolizar seu amadurecimento e está vendendo um livro sobre a sua experiência, por € 17,85, para simbolizar o capitalismo. A revista FourFourTwo resenhou a obra e a classificou com quatro estrelas, mas acho que o rapaz, pelo sacrilégio de ter destruído essa relíquia, não merece seu dinheiro.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo