Inglaterra

Um romântico Mourinho está de volta ao Chelsea

Ele é ranzinza, vaidoso, convencido e vencedor. Muito vencedor. Com essas características que lhe acompanham desde os tempos de Porto, José Mourinho está de volta ao Chelsea e foi apresentado nesta segunda-feira em Stamford Bridge.

Não como em outros tempos, o técnico teve como marca principal na coletiva o bom humor e a tranquilidade. É bem verdade que há muito Mourinho dava a entender que queria voltar ao clube, anos depois de supostas desavenças com Roman Abramovich que lhe fizeram sair para a Internazionale. O português chega ao Stamford Bridge com a mesma obsessão: vencer a Liga dos Campeões e retomar os bons tempos em que o Chelsea dominou a Premier League.

Feliz, Mourinho fez elogios à estrutura do time londrino e enfatizou sua paixão pelos Blues, um dos principais motivos deste retorno. Separamos alguns destaques da coletiva do técnico, separadas por tópicos. Veja o que um ambiente favorável causou no humor de Mou.

Mudança de coração

“Agora eu sou feliz. O tempo voa, parece que dias atrás eu estava chegando aqui, mas já se foram nove anos. Desde então, muitas mudanças aconteceram na minha vida profissional. Continuo tendo a mesma natureza, sou a mesma pessoa. Tenho o mesmo coração e a mesma paixão. Mas passei por algumas transformações. Se tivesse que me descrever, diria que sou feliz, muito feliz. É a primeira vez que chego a um clube que realmente amo. Antes tive de montar uma relação emocional com o Chelsea e aprendi a amá-lo. Agora é diferente porque estou chegando num lugar que amarei para sempre.”

A saída do Chelsea em 2007

“Não é verdade que briguei quando saí. Li que fui demitido e rompi relações com a diretoria. Não é verdade. Foi por consenso mútuo, sentimos que seria melhor para ambas as partes. Foi triste, mas não me arrependo. Depois disso tive na Inter o melhor momento da minha carreira, passei pelo Real Madrid onde tivemos o recorde de melhor time na história do país. O Chelsea também não foi mal.”

E se tivesse uma proposta dos times de Manchester?

“Jamais. Aqui é o lugar que quero estar. É meu trabalho, é o que desejo.”

Sobre os dinossauros do Chelsea

“Ainda temos alguns atletas do meu tempo e é sempre bom voltar e ver que eles me deram quase tudo que conquistei quando estive aqui. Mas também preciso frisar que eles não possuem nenhum tipo de vantagem em relação aos outros colegas.”

Iniesta disse que Mourinho estragou o futebol espanhol em seu tempo no Real

“Estraguei sim o futebol espanhol sendo o cara que quebrou o domínio do Barcelona. Parecia ser uma hegemonia sem fim. Daí o Real bateu o Barça na Copa do Rei, a Supercopa, vencemos em Barcelona e ainda tivemos o recorde de 100 pontos e 121 gols. Magoei eles por isso.”

Trabalhar o elenco atual ou contratar um novo?

“Meu primeiro trabalho aqui não será dizer que preciso de dinheiro e que mudarei demais o time. Nos últimos três dias, a mídia ligou o Chelsea a quase 20 jogadores. Preciso ser justo com os que estão aqui, mas algumas contratações são normais e o objetivo principal é trabalhar o que temos em mão.”

Mourinho por Mourinho

“Minhas fraquezas? Não são muitas. Mas eu sempre trabalho para melhorar. E esconder os meus defeitos.”

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo