Inglaterra

Trinta anos após a conquista da FA Cup, Coventry enche o Wembley e volta a erguer uma taça

Entre 1967 e 2001, o Coventry City disputou todas as edições da primeira divisão do Campeonato Inglês. Nunca passou da sexta colocação, é verdade, mas se estabeleceu como um participante de respeito, diante de tamanha estabilidade na elite. Além disso, viveu seu maior sucesso em 1987: conquistou a Copa da Inglaterra, batendo o Tottenham em emocionante decisão, após ter deixado pelo caminho gigantes como Manchester United e Leeds. Desde a virada do século, entretanto, os tempos andam difíceis para os Sky Blues. Foram dois rebaixamentos nos últimos 17 anos, e o terceiro é praticamente certo, com o time ocupando isoladamente a lanterna da League One. Nos 30 anos de sua grande façanha, ao menos, o Coventry voltou a sentir o gosto da glória. Dentro do mesmo Wembley, o clube conquistou o EFL Trophy, em final contra o Oxford United.

Se muitos falam da “magia da FA Cup”, o EFL Trophy cria a sua própria atmosfera. O torneio é disputado pelos clubes que integram a terceira e a quarta divisão do Campeonato Inglês, assim como pelos times sub-23 da liga de desenvolvimento da Premier League. Mesmo se afundando na terceirona, o Coventry fez ótima campanha na copa. Empatou apenas um jogo ao longo do caminho, eliminando o Wycombe Wanderers de Adebayo Akinfenwa nas semifinais. Já na decisão, os seus fanáticos puderam invadir Wembley, como já tinham feito há três décadas.

Ao todo, 74,4 mil torcedores encheram as arquibancadas do templo do futebol – no terceiro maior público da história do EFL Trophy. Destes, 43 mil atravessaram os cerca de 170 quilômetros que separam Coventry do norte de Londres. E puderam extravasar nas tribunas, com a vitória dos Sky Blues por 2 a 1. O Coventry abriu o placar com Gaël Bigirimana, enquanto George Thomas ampliou em belo chute. Aos 30 do segundo tempo, o Oxford United conseguiu descontar, mas não passou disso. Foi o segundo vice consecutivo dos desafiantes, que perderam para o Barnsley na decisão anterior do torneio.

Aos fãs do Coventry, resta um alento. A reconstrução do clube ainda está distante de acontecer e deve se tornar mais difícil a partir da próxima temporada, com o retorno à quarta divisão após 57 anos. Todavia, se o infortúnio na League One se sugere irremediável, com a equipe precisando tirar uma diferença de 12 pontos em 18 a serem disputados, fica a alegria momentânea de erguer um novo troféu após tanto tempo. Um sinal de que o futuro ainda pode ser bom, apesar de toda a tormenta que se anuncia.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo