Inglaterra

Rashford enfim decide fazer cirurgia no ombro que vinha adiando: “Vivendo e aprendendo”

O jovem atacante teve a temporada prejudicada por uma lesão no ombro que ele não quis operar para não perder a Eurocopa

Marcus Rashford enfim decidiu o que fazer em relação a uma lesão no ombro que prejudicou grande parte da sua última temporada. Nesta sexta-feira, o Manchester United anunciou que o atacante inglês de 23 anos passará por cirurgia. Sem uma data certa para retornar, é provável que fique afastado até outubro, perdendo alguns dos primeiros jogos da próxima campanha – que começa em agosto.

Rashford admitiu durante a Eurocopa que não estava em seu melhor e que nem havia considerado passar por cirurgia para não correr o risco de ser cortado da competição. “Antes de me juntar à seleção, sabia que não tinha chance de ser operado. Não sabia quanto tempo a operação me afastaria do gramado. Eu nem quis perguntar. Quando o torneio acabar, eu pergunto”, disse, na época.

Embora tenha contribuído com 21 gols, 13 assistências e dois pênaltis sofridos para o Manchester United, Rashford sabe que não fez a sua melhor temporada. E acabou sendo apenas reserva durante a Eurocopa, entrando na decisão apenas a um minuto do fim para bater pênalti. Diante disso, admite que talvez não tenha tomado a melhor decisão.

“Todo mundo tem uma opinião, mas ninguém conhece meu corpo melhor que eu”, escreveu Rashford no Instagram. “Eu li algumas mensagens me chamando de egoísta por ter segurado a cirurgia nesta temporada, mas nunca foi sobre me colocar como prioridade e foi assim que chegamos a este ponto e algo que, aos 23 anos, eu tive que aprender da maneira mais difícil”.

“É difícil descrever o sentimento de representar seu país. Dada a escolha, ninguém nunca recusaria um torneio tão grande. Você sonha com esse momento quando era garoto ou garota. Fui considerado apto a temporada inteira e, como minhas lesões estavam controladas, o que eram mais algumas semanas? Administrando a dor, eu estava treinando bem e encontrei muito conforto na seleção inglesa após a final da Liga Europa”.

“Olhando para trás, se eu soubesse que não teria um papel importante na Euro, eu teria ido? Olhar para trás é algo incrível, não é…. Eu não queria decepcionar ninguém, mas, no fim das contas, olhando para alguns dos meus desempenhos mais para o fim da temporada, eu sinto que decepcionei”.

“Quando entro em campo, sempre dou 100%. Fisicamente, meu 100% simplesmente não era possível. Saio da última temporada com 36 contribuições a gol, mas, o mais importante, são as lições que aprendi. Vivemos e aprendemos, como dizem, mas o que nunca está em dúvida é meu comprometimento com o clube e a seleção. Foi difícil, mas voltarei maias forte, mental e fisicamente”.

Em comunicado, o Manchester United afirmou que, após “consulta com Marcus, o treinador, a equipe médica do clube e especialistas”, Rashford passará por cirurgia para “resolver sua lesão no ombro”. Ele ficará concentrado em sua reabilitação “para voltar assim que possível” e está determinado a “retornar melhor do que nunca” para ajudar a equipe de Ole Gunnar Solskjaer.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo