Inglaterra

Que Big Sam que nada: técnico da Albânia se candidata a treinar seleção inglesa

A seleção da Inglaterra está em busca de um novo treinador e veículos de imprensa ingleses noticiam que Sam Allardyce, do Sunderland, é um dos favoritos ao cargo. Diante da falta de opções, um concorrente inusitado se colocou à disposição: Gianni De Biasi, técnico da seleção da Albânia. Ele está confiante que pode fazer um bom trabalho.

LEIA TAMBÉM: Por que a Inglaterra continua fracassando em competições internacionais

A Albânia conseguiu a sua primeira vitória em uma Eurocopa diante da Romênia e ficou a ponto de se classificar para as oitavas de final. Ficou atrás de Portugal no saldo de gols e acabou eliminada. Mesmo assim, a seleção foi muito comemorada pela sua estreia em uma grande competição. E De Biasi acredita que pode fazer algo mais importante pela Inglaterra.

“Estou honrado que o meu nome seja ligado à seleção inglesa”, disse o técnico ao jornal The Sun. “Os jogadores têm talento e possuem qualidades que precisam ser redescobertas de maneira apropriada”, explicou ainda De Biasi. “Trabalhar como técnico da Inglaterra seria uma grande oportunidade que você não poderia recusar”, afirmou ainda.

“Estou convencido, e eu digo isso com muita humildade, que nós poderíamos obter grandes resultados juntos”, declarou ainda o treinador, de 60 anos. Ex-jogador de futebol, De Biasi possui uma longa lista de times treinados. Entre os mais importantes, o Torino, Levante e Udinese. Desde 2011 é o treinador da Albânia.

Bom, dá para dizer que ele tem mais experiência em nível internacional que Sam Allardyce, certo? O técnico inglês tem como grande qualidade para o cargo ser inglês. Até aqui, mostrou pouco para ser indicado a técnico da seleção. Isso, claro, se a Inglaterra pensa em ser um time acima de mediano. Se não, Allardyce pode manter a tradição inglesa de vexames tranquilamente.

E quem considera Sam Allardyce pode considerar também o técnico da Albânia, por que não?

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM:
– Inglaterra venceu apenas seis jogos de mata-mata em 50 anos desde o título mundial

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo