Copa da InglaterraInglaterra

Previsível: na eficiência, United avança na Copa da Inglaterra

Foi do jeito que todos estão acostumados a ver o Manchester United na temporada: quase sem preocupações ofensivas. Conseguindo a vantagem, apenas a mantendo. E apostando nas máximas eficiência e eficácia do contra-ataque. Assim o United despachou o Huddersfield Town na Copa da Inglaterra, fazendo 2 a 0 e chegando às quartas de final da FA Cup.

Ficou claro que seria assim logo aos três minutos do primeiro tempo, quando os visitantes fizeram 1 a 0 no estádio John Smith. Por sinal, a jogada contou com os protagonistas da partida. No meio-campo, Juan Mata tabelou com Romelu Lukaku. E o atacante belga usou a força física para chegar à área com velocidade, driblar Christophe Schindler e chutar no canto direito do goleiro Jonas Lössl para colocar o United na frente

Com o United na defesa, protegendo a vantagem, o Huddersfield teve mais espaço para atacar. Isso aconteceu já aos seis minutos, com Tom Ince finalizando em diagonal, mandando a bola para fora, rente à trave esquerda de Sergio Romero. Aconteceu também aos 15 minutos, quando Colin Quaner cruzou e a bola veio sinuosamente, quase encobrindo Romero. O goleiro precisou espalmar para escanteio. Aos 28 minutos, Danny Williams tentou o empate numa finalização de média distância, rasteira, mas Romero agarrou a bola.

Quando enfim achou espaço para fazer o gol, o time de Manchester foi frustrado pelo videoárbitro, no último minuto da etapa inicial. Após tabela com Ashley Young, Mata driblou Lössl, colocou a bola dentro do gol e já saía para comemorar, quando o jogo foi parado para o juiz Kevin Friend avaliar no vídeo se as reclamações de impedimento do espanhol eram justas. E eram: o gol foi anulado. Assim como o foi nos acréscimos da primeira etapa, num cabeceio de Nemanja Matic.

No começo do segundo tempo, os Terriers seguiram mantendo o ritmo do primeiro tempo: posse de bola e troca de passes em volta da área, procurando um espaço na defesa do United. Às vezes, tentavam chutes – como com Tom Ince, aos quatro minutos.

Porém, os Diabos Vermelhos esbanjaram novamente a eficiência aos 10 minutos: na outra única chance que tiveram em campo, fizeram 2 a 0 e encaminharam a classificação. Em jogada bem parecida à do primeiro gol, aliás: Mata segurando a bola no meio, e a deixando com Lukaku para arrancada veloz do belga, que superou a marcação, chegou à área e completou no canto direito de Lössl para assegurar o avanço às quartas de final. Só resta à torcida esperar que seja assim na próxima quarta, contra o Sevilla, no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo