Premier League

Para conseguir uma improvável vitória sobre o Villa, o Newcastle contou com a noite artilheira de Schär

O Newcastle, até então o segundo pior visitante da Premier League, derrotou o Aston Villa, melhor mandante, com dois gols do zagueiro Fabian Schär

O Aston Villa entrou em campo nesta terça-feira no Villa Park vindo de três jogos consecutivos sem sofrer gol e como dono da melhor campanha como mandante nesta Premier League, com nove vitórias e um empate em dez partidas. O Newcastle, por outro lado, vinha de quatro derrotas seguidas pela competição, e era o segundo pior visitante, com somente um triunfo em dez compromissos. Mas o futebol é imprevisível, especialmente na mais badalada liga nacional do mundo, e os Magpies venceram por 3 a 1 pela 22ª rodada, com direito a gols improváveis.

Para superar uma defesa sólida como a do Aston Villa, que até então havia sido vazada somente oito vezes dentro de casa, o Newcastle contou com alguém que conhece sistemas defensivos como poucos: o veterano Fabian Schär. O zagueiro de 30 anos teve uma noite artilharia em Birmingham e anotou os primeiros dois gols do time comandado por Eddie Howe, que fez um grande primeiro tempo. Na segunda etapa, Álex Moreno marcou contra e ampliou para os visitantes, enquanto Ollie Watkins descontou para os mandantes.

A vitória, no entanto, muda pouco para o Newcastle. Os Magpies agora têm 32 pontos conquistados na Premier League depois de 22 jogos, enquanto o Tottenham tem 40 pontos e abre a zona de classificação para competições europeias. Os Spurs, inclusive, podem ultrapassar o Aston Villa caso vençam o Brentford na quarta-feira (31), em Londres. A equipe comandada por Unai Emery tem 46 pontos.

Schär premia excelente primeiro tempo do Newcastle

O Newcastle não se intimidou com os grandes números positivos do Aston Villa dentro de casa e seu péssimo retrospecto como visitante. Na realidade, os Magpies fizeram um primeiro tempo digno da grande campanha que fizeram na temporada passada e criaram oportunidades suficientes para irem ao intervalo com uma vantagem confortável de dois gols.

Aos 19 minutos, Emiliano Martínez precisou fazer sua primeira grande intervenção depois de Anthony Gordon receber excelente lançamento longo e passar por dois marcadores dentro da área. Dez minutos depois, o argentino espalmou o chute de Jacob Murphy e deu sorte que Clément Lenglet estava atento e travou a finalização de Sean Longstaff no rebote.

Não demorou para o Newcastle abrir o placar. Aos 31, Kieran Trippier cobrou escanteio pelo lado direito, a bola passou pela primeira trave sem nenhum desvio e sobrou perfeitamente no pé direito de Fabian Schär, que acertou a bochecha esquerda da meta de Dibu Martínez.

O defensor suíço, no entanto, ainda queria mais. Quatro minutos depois, após novo escanteio pela direita batido por Trippier foi afastado pela defesa do Aston Villa, Anthony Gordon arriscou de primeira da entrada da área, a bola desviou no meio do caminho, carimbou o travessão e sobrou mansa para Schär conferir na pequena área e balançar a rede mais uma vez.

O Aston Villa, por outro lado, só foi levar perigo pela primeira vez nos acréscimos da primeira etapa. Após escanteio pelo lado esquerdo, John McGinn subiu mais que a defesa visitante e cabeceou na parte superior da rede de Martin Dúbravka, mas pelo lado de fora.

Newcastle amplia com gol contra e Aston Villa pressiona, em vão

O ritmo dos primeiros minutos da segundo tempo foi o mesmo do primeiro. Logo com seis minutos, o Newcastle aproveitou que a defesa do Aston Villa estava desajustada, Miguel Almirón foi acionado por Anthony Gordon pelo lado esquerdo e cruzou na medida na segunda trave para Jacob Murphy. O atacante até conseguiu errar o alvo, mas Álex Moreno chegou desenfreado e acabou marcando contra.

O Aston Villa diminuiu aos 25 minutos com Ollie Watkins. O centroavante aproveitou que Leon Bailey recebeu bom lançamento longo pela direita e apareceu na entrada da pequena área para completar de pé esquerdo. Ele ainda voltaria a balançar a rede pouco depois, mas a arbitragem imediatamente assinalou corretamente seu impedimento.

No fim, os donos da casa pressionaram pela vitória, mas esbarraram na boa atuação defensiva do Newcastle, principalmente do artilheiro da noite Fabian Schär. No fim, os visitantes tiveram a chance de garantir uma goleada, mas Emiliano Martínez defendeu a finalização cara a cara de Longstaff e impediu um placar ainda mais elástico.

Foto de Felipe Novis

Felipe Novis

Felipe Novis nasceu em São Paulo (SP) e cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Antes de escrever para a Trivela, passou pela Gazeta Esportiva.
Botão Voltar ao topo