Premier League

Um relâmpago na Inglaterra: Com 7,69 segundos, Shane Long faz o gol mais rápido da história da Premier League

A partida entre Watford e Southampton não era sequer a mais importante da Premier League nesta terça-feira. Ainda assim, o duelo realizado em Vicarage Road guardou um momento histórico à competição. E precisou de pouquíssimo tempo para se concretizar. Shane Long abriu o placar com míseros 7,69 segundos de bola rolando. Estabeleceu o novo recorde ao gol mais rápido já anotado no Campeonato Inglês – incluindo também o período anterior a 1992/93. A pressa do centroavante, aliás, foi determinante ao resultado da partida. Os anfitriões ainda igualariam no final, embora o empate por 1 a 1 já ajude os Saints a se afastarem do risco de rebaixamento.

Curiosamente, a saída de jogo foi do próprio Watford. Os Hornets deram o pontapé inicial recuando até a defesa e Shane Long se aproveitou disso. O centroavante disparou para pressionar Craig Cathcart e contou com a colaboração do camisa 15, que deu um chutão bem em cima do recordista. Então, com o caminho livre, Long precisou apenas se livrar do marcador e finalizar às redes. Demonstrou enorme categoria, batendo por cima do goleiro Ben Foster, antes de correr para o abraço. A história estava feita.

Antes de Shane Long, o gol mais rápido do Campeonato Inglês havia sido anotado em 2000/01. Ledley King abriu o placar para o Tottenham na visita ao Bradford City com apenas 9,82 segundos. Segundo o Mister Chip, o tento de Long também é o terceiro mais rápido da história das cinco grandes ligas europeias. Perde apenas para dois registros do Campeonato Espanhol: Joseba Llorente, com 7,3 segundos em 2008, e Seydou Keita, com 7,6 segundos em 2014.

Long, no entanto, foi lento para se equiparar às melhores marcas da Football League. Há quatro gols feitos com seis segundos na história da competição, mas todos em divisões abaixo da primeira: Albert Mundy (Aldershot x Hartlepool, 1958), Barrie Jones (Newport x Torquay, 1962), Keith Smith (Crystal Palace x Derby, 1964) e Tommy Langley (Queen’s Park Rangers x Bolton, 1980). Além disso, na Conference, existe uma marca praticamente absoluta na história do futebol inglês: em 1979, Colin Cowperthwaite precisou de irrisórios 3,58 segundos para anotar o primeiro gol do Barrow em cima do Kettering. Shane Long, ainda assim, tem motivos para se gabar.

A ironia é que o empate do Watford aconteceu pouco antes do relógio alcançar os 45 minutos do segundo tempo. Em bola rebatida na área, Andre Gray encheu o pé e deu números finais à partida. Os Hornets chegam aos 50 pontos, na sétima colocação, que garantiria uma vaga na próxima Liga Europa. Participam de uma briga acirrada com Everton, Leicester e Wolverhampton. Já o Southampton é o 16° colocado. Tem 37 pontos, seis de vantagem em relação à zona de rebaixamento. Está praticamente salvo, restando mais três rodadas.

Os dez gols mais rápidos da história da Premier League (não considera, porém, o período anterior a 1992/93)

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo