Premier League

Tuchel promete proteger Lukaku após atacante dar apenas sete toques na bola contra o Crystal Palace

Nenhum jogador que disputou mais de 90 minutos tocou menos vezes na bola pela Premier League desde que a Opta começou a registrar a estatística

O Chelsea venceu o Crystal Palace por apenas 1 a 0 no último sábado, com gol de Hakim Ziyech, aos 44 minutos do segundo tempo. Mais um jogo em que o ataque do campeão europeu e mundial não engrenou, mas agora com um novo elemento: a baixíssima participação de Romelu Lukaku, que tocou na bola apenas sete vezes, mesmo tendo ficado em campo a partida inteira.

Sete vezes é tão pouco assim? Segundo dados da Opta, nenhum outro jogador que disputou mais de 90 minutos de um jogo tocou tão poucas vezes na bola durante uma partida de Premier League desde que a empresa começou a registrar esse tipo de estatística, na temporada 2003/04. E um dos toques foi o pontapé inicial do primeiro tempo.

Reprodução/Who Scored

“O que eu posso fazer? Não sei. Temos que lidar com isso”, afirmou o técnico do Chelsea, Thomas Tuchel, que tem precisado constantemente falar sobre o Lukaku, desde o encaixe do principal reforços da temporada a uma entrevista dada a veículos italianos em que o belga pareceu criticar as suas táticas. Agora, o tom foi de apoio ao artilheiro que ainda não marcou pela Premier League este ano.

“Os dados estão ai e eles falam uma certa língua. Ele não estava envolvido no nosso jogo. Às vezes é assim com os atacantes, se eles sofrem um pouco com autoconfiança, para encontrar o espaço e participar contra uma boa equipe defensiva. Pode ser assim. Não é o que queremos ou o que Romelu quer, mas também não é a hora de rir dele ou fazer piadas sobre ele. Ele está sob os holofotes, mas vamos protegê-lo”, afirmou.

Tuchel também foi questionado sobre um longo e péssimo histórico de atacantes de grande renome que chegaram ao Chelsea e tiveram problemas, como Andriy Shevchenko, Fernando Torres, Falcao García e Gonzalo Higuaín. “Há um histórico de atacantes sofrendo um pouco no Chelsea, então talvez não seja o lugar mais fácil do mundo para atacantes. Eu não sei por que é assim”, disse.

“Na minha opinião, o Chelsea é um time considerado forte defensivamente, um time físico, que tem uma certa atitude no futebol competitivo. Nós exigimos muito de nossos atacantes em termos defensivos. Queremos ser um grupo físico, que trabalha duro, isso talvez seja parte disso. Estamos cientes, mas, como sempre no futebol, não é apenas um motivo que soluciona o problema. É um esporte complexo, e vamos continuar tentando jogar com fé, com um espírito de equipe”, completou.

Lukaku marcou apenas cinco vezes pelo Campeonato Inglês, desde que retornou a Stamford Bridge como um dos melhores atacantes do mundo, após ajudar a Internazionale a conquistar a Serie A. Ele recentemente marcou duas vezes no Mundial de Clubes, incluindo na final contra o Palmeiras.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo