Premier League

Tottenham teve o retorno de Harry Kane e pouco a mais na vitória sobre o Wolverhampton

No retorno de Nuno Espírito Santo ao Molineux, o Tottenham ganhou fora de casa ao melhor estilo Wolverhampton

O torcedor do Tottenham que temia nunca mais ver Harry Kane com a camisa do seu clube pode ficar tranquilo, embora ainda seja incerto em quantas outras ocasiões isso ainda acontecerá. Neste domingo, envolto na disputa com a diretoria dos Spurs para tentar se transferir ao Manchester City, Kane fez seu primeiro jogo nesta temporada, na vitória por 1 a 0 sobre o Wolverhampton.

Kane perdeu a primeira semana em que deveria se reapresentar depois das férias tardias após a Eurocopa, alegando uma confusão de agenda. Treinou ao longo dos últimos dias, e Nuno Espírito Santo havia dito que decidiria no sábado se relacionaria o seu principal jogador para o reencontro com o clube em que construiu sua reputação na Inglaterra. Kane começou no banco de reservas.

A torcida do Wolverhampton esteve do outro lado da experiência de enfrentar um time de Nuno Espírito Santo que se organiza extremamente bem na defesa e castiga nos contra-ataques, embora no geral tenha sido um jogo pobre do Tottenham.

Tudo começou bem, porém, porque, logo aos oito minutos, Sergio Reguilón acionou Dele Alli dentro da área, com um bonito passe. José Sá saiu do gol e acabou derrubando o meia-atacante inglês. Pênalti que o próprio Alli converteu para abrir o placar aos visitantes no estádio Molineux.

Aquela, porém, seria a única finalização dos Spurs no primeiro tempo. O Wolverhampton, com mais posse de bola – 58% – e oito chutes, dominou o período e… também não criou grande coisa. Adama Traoré fez uma grande jogada pela esquerda, deixando Tanganga na saudade, e, após um toque de classe de João Moutinho, Raúl Jiménez chapou de frente para o gol, mas mandou por cima do travessão.

Foi o lance mais perigoso dos Wolves antes do intervalo. O bombardeio dobrou depois do intervalo, com mais 17 finalizações dos Lobos, e o Tottenham conseguiu ser mais perigoso em contra-ataques gerados por bolas longas. Como aos dez minutos, quando Son recebeu bom passe de Hojbjerg pela direita, ganhou fácil de Coady na corrida e tentou o cruzamento. Max Kilman bloqueou na hora certa.

No outro lado, Lloris ganhou de Traoré no mano a mano. Sá foi muito bem três minutos depois, defendendo batidas fortes de Bergwijn e Son em sequência e, aos 27 da etapa final, entrou no lugar de Son. E quase matou o jogo aos Spurs após linda jogada de Bergwijn que o acionou na medida. Cara a cara, bateu em cima de Sá, que também defendeu o rebote do holandês.

Ao melhor estilo Wolverhampton, o Tottenham de Nuno Espírito Santo venceu no retorno do técnico ao estádio Molineux e somou seis pontos nas duas primeiras rodadas. O retorno de Harry Kane foi a cereja no bolo, e agora a expectativa não é pela próxima aparição do atacante, mas que não tenha sido a última.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo