Premier League

Tottenham deve candidatar seu estádio para receber o Super Bowl em 2026

NFL estaria disposta a realizar sua decisão fora dos EUA e os Spurs são candidatos naturais ao evento, dada a relação com a liga

O Tottenham Stadium virou a principal casa da NFL no Reino Unido. As partidas de futebol americano disputadas na Inglaterra costumavam se concentrar em Wembley ou Twickenham, mas a casa dos Spurs sediou quatro jogos desde 2019 e já tem mais dois compromissos marcados para 2022. E a diretoria do clube londrino, se não costuma gastar muito em reforços, sabe como fazer dinheiro. Segundo a imprensa inglesa, a ideia é tentar levar o Super Bowl para o norte de Londres dentro de alguns anos.

A informação é do Daily Mail. Segundo o jornal britânico, a própria NFL considera levar o Super Bowl para fora dos Estados Unidos em 2026, na intenção de aumentar sua audiência internacional. O Tottenham Stadium se torna um candidato natural nesse sentido. Além da casa dos Spurs, outros três estádios fora dos EUA já receberam partidas da liga: Azteca, Wembley e Twickenham. Também está programado um duelo para a Alemanha em 2022, previamente marcado na Allianz Arena. Munique se revezará com Frankfurt a partir de então.

O Tottenham atualmente sustenta um contrato de 10 anos com a NFL. O estádio do clube receberá duas partidas por temporada dentro do intervalo. Os Spurs embolsam £40 milhões pelo acordo. Considerando tal trânsito com os americanos, os londrinos confiam que têm uma grande chance de também dar um passo maior em busca do Super Bowl em 2026. O maior obstáculo seria o horário do jogo, considerando a diferença de fuso entre o Reino Unido e os Estados Unidos.

O Super Bowl costuma ter suas sedes escolhidas com grande antecipação. A decisão da NFL tem seus palcos conhecidos até 2025. Conforme a liga, o Super Bowl costuma gerar £300 milhões às cidades envolvidas com o evento. Para ser escolhido, no entanto, o estádio precisa atender a uma série de demandas feitas pela NFL, assim como a cidade onde está localizado. Não parece ser um problema para Londres.

O Super Bowl ainda poderia ter outros efeitos positivos ao Tottenham Stadium. Os Spurs não conseguiram fechar um acordo de naming rights para a sua casa e o evento de enorme visibilidade certamente abriria possibilidades ao clube. A intenção da diretoria é arranjar um acordo de £400 milhões por 20 anos. Fica mais fácil com uma partida que, sozinha, atrai 100 milhões de espectadores.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo