Premier League

Toney está liberado para voltar ao Brentford, mas seu futuro não é nada claro

Treinador Thomas Frank diz contar com o jogador que deve entrar em campo na próxima rodada da Premier League

Depois de oito meses afastado do futebol por conta do envolvimento com apostas, Ivan Toney, atacante do Brentford, finalmente poderá retornar aos gramados e deve estar em campo no próximo sábado (20), diante do Nottingham Forest, no complemento da 21ª rodada da Premier League. Técnico da equipe, o dinamarquês Thomas Frank, afirmou que o retorno do jogador será importante ao grupo e ao próprio atleta, já que terá uma segunda chance de mostrar o seu futebol.

“Ele (Ivan Toney) vai ficar, precisamos dele” disse o técnico em entrevista recente sobre qual seria o futuro do atacante após a sua suspensão. A alegria do comandante do Brentifrord sobre a volta de Toney não é à toa, já que o atacante, até ser suspenso, vinha jogando muito bem e se destacando coma camisa do clube inglês. Em 124 jogos, pelo Brentford, o jogador marcou 68 gols e deu 21 assistências, tudo isso desde 2020, ano de sua chegada ao time.

Na atual temporada, o Brentford ocupa a 16ª colocação da Premier League, tem 19 pontos ganhos e está a três de distância para o Luton Town, primeiro time dentro da zona de rebaixamento da competição. Portanto, é um reforço e tanto ao time nesta luta contra a parte de baixo da tabela. Se voltar jogando bem, Ivan Toney será um alvo certo de outros clubes grandes do cenário inglês e da própria Europa na segunda janela de transferências do ano, que abre entre junho e julho de 2024.

Interesse de Chelsea e Arsenal pode tirar Toney do Brentford

Apesar da euforia do técnico Thomas Frank pelo retorno de Toney, a diretoria do Brentford, bem como a torcida do clube, sabem que a permanência do atacante de 27 anos na equipe pode estar com os dias contados. Isso porque, Chelsea e Arsenal estão dispostos a travar uma batalha fora dos gramados pela contratação do jogador. Segundo apuração feita pela ESPN, o atleta tem contrato com o Brentford até junho de 2025 e pode exigir a quantia de 80 milhões de libras (R$490 milhões de reais) para liberá-lo a outro clube.

O interesse de Chelsea e Arsenal pode aumentar ainda mais com o fim da punição de Toney e pode mudar o curso na trajetória do jogador dependendo do que apresentar em campo a partir de agora.

Ivan Toney apostou 13 vezes contra seus próprios times

O vício do atacante Ivan Toney foi tanto, que o atacante chegou a fazer apostas esportivas contra seus próprios clubes, violando assim 232 normas da FA sobre apostas segundo informações da ESPN. O jogador de 27 anos foi multado em 50 mil libras (algo em torno de R$307 mil reais) e estipulou uma punição de 15 meses ao atacante. Porém, reconsiderou a pena para oito meses após confissão do atacante e um laudo médico de um especialista em psiquiatria evidenciando que o jogador era viciado em jogos de azar.

O órgão regulador do futebol inglês divulgou o relatório do especialista na íntegra (veja abaixo).

A Comissão teve o benefício de um relatório do Dr. Philip Hopley datado de 2 de fevereiro de 2023, que também compareceu à audiência por videoconferência para responder a perguntas.

O Dr. Hopley entrevistou o Sr. Toney em duas ocasiões e concluiu em seu relatório que o Sr. Toney tem um histórico claro de vício em jogos de azar.

Não há necessidade de apresentar os detalhes do relatório por estas razões. A conclusão do Dr. Hopley foi que o Sr. Toney precisa de ajuda profissional com relação ao seu vício.

Entre agosto de 2017 e março de 2018, Toney fez 13 apostas contra o seu próprio time em sete jogos diferentes, no período em que foi emprestado do Newcastle para o Wigan e depois ao Scunthorpe United. Em todas as partidas nas quais fez alguma movimentação, o atacante não esteve em campo. Em outra acusação contra o jogador, Toney afirmou a um amigo que estaria em campo em 2018, quando o caso ainda não tinha vindo a público e confirmou ter mentido para a FA quando questionado sobre as acusações de apostas.

Determinado a resolver seus problemas fora dos gramados, Toney buscou ajuda especializada e contou com o apoio do técnico da seleção da Inglaterra, Gareth Southgate, que criticou boa parte da mídia e da comunidade do futebol, afirmando que naquele momento o atacante precisaria de apoio todo o apoio possível para vencer o problema com seu vício.

De volta aos treinos pelo Brentford, Toney pode escrever uma nova história em sua carreira, aprender com os erros de seus atos e voltar a fazer aquilo que sabe bem, gols, que podem alavancar sua carreira e ajudar seu time a permanecer na elite do futebol inglês na próxima temporada.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Existe um ditado que diz que o bom filho a casa retorna não é? Pois bem, sou Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia, de volta ao site após quatro anos, e agora redator do Trivela, um dos maiores portais de futebol do Brasil. Sou jornalista, especializado em Marketing digital e narrador do Portal Futebol Interior e também da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo